Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Agência de clima da ONU publica rascunho de acordo final da COP26

    Os negociadores dos quase 200 países presentes na cúpula trabalharão a partir deste documento para decisão final

    COP26
    COP26 ADRIAN DENNIS/AFP/Getty Images

    Da Reuters

    A agência climática da Organização das Nações Unidas publicou nesta quarta-feira (10) um primeiro rascunho da decisão política que os países farão ao final da cúpula da COP26, que acontece em Glasgow, na Escócia.

    Os negociadores de quase 200 países trabalharão a partir deste documento para chegar a um acordo final até sexta-feira (12), dia final da cúpula climática.

    A “decisão de fechamento da COP” está sendo observada de perto para determinar os comprometimentos dos países para preencher a lacuna entre suas metas climáticas atuais e as ações mais ambiciosas que os cientistas dizem ser necessárias para evitar níveis desastrosos de aquecimento global.

    Metas abaixo do esperado

    As atualizações das Contribuições Nacionalmente Determinadas (NDCs) dos países para a COP26 tinham como objetivo demonstrar o maior compromisso dos países com a emergência climática, mas as metas ainda estão aquém do necessário, afirmou a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (UNFCC) nesta terça-feira (9).

    Isso porque, mesmo com a atualização das NDCs, ainda haverá um aumento de cerca de 13,7% nas emissões de gases de efeito estufa em 2030 na comparação com 2010. Para evitar efeitos climáticos mais drásticos, a meta estipulada era cortar em 50% as emissões até o fim da década.

    O novo relatório leva em consideração a implementação das 166 últimas NDCs disponíveis de todas as 193 Partes (os países signatários) do Acordo de Paris. Há 124 planos novos ou atualizados comunicados por 151 partes. As atualizações foram compiladas até o último dia 2 de novembro.

    Antes da COP26, esse aumento estava calculado em 16%.