Alemanha registra recorde de casos de Covid-19 antes de reunião de autoridades

Países em toda a Europa têm relatado aumentos de infecções e debatem reintroduzir restrições contra a pandemia

Consumidores lotam principal rua comercial de Colônia, na Alemanha
Consumidores lotam principal rua comercial de Colônia, na Alemanha Wolfgang Rattay - 12.dez.2020/Reuters

Da Reuters

Ouvir notícia

A Alemanha registrou 33.949 novas infecções por Covid-19 nesta quinta-feira (4), o maior aumento diário desde o início da pandemia, antes de uma reunião de dois dias dos secretários estaduais de saúde.

Países em toda a Europa têm relatado aumentos nas infecções por coronavírus, gerando um debate sobre a reintrodução de restrições e a maior adesão das pessoas á vacinação.

O número de casos provavelmente foi inflado por um feriado público em partes da Alemanha na segunda-feira (1), que levou a um atraso na coleta de dados. O recorde anterior foi em 18 de dezembro, com 33.777 infecções.

Helge Braun, chefe de gabinete da chanceler em exercício Angela Merkel, disse que os estados alemães precisam fazer um progresso mais rápido para administrar doses de reforço aos idosos.

Até esta quarta-feira (3), apenas 6,7% das pessoas com mais de 60 anos na Alemanha receberam uma dose de reforço, de acordo com dados do Instituto Robert Koch.

Pessoas mais velhas estão mais propensas a serem hospitalizadas com Covid-19. O número de internações está em 3,62 por 100.000 habitantes – acima dos 1,65 no início de outubro – mas em 8,27 para aqueles com mais de 60 anos.

Rússia tem novo recorde de mortes

O número diário de mortes por Covid-19 na Rússia atingiu um recorde, com 1.195 novos óbitos relatados. Em meio a um aumento de casos no país, as autoridades foram forçadas a imporem o fechamento de locais de trabalho em todo o país.

A força-tarefa do governo contra o coronavírus também relatou 40.217 novas infecções nas últimas 24 horas, incluindo 6.305 em Moscou.

Mais Recentes da CNN