Americanos possivelmente usarão máscaras contra Covid-19 até 2022, diz Fauci

Especialista diz que item de proteção será necessário mesmo com a possibilidade do país chegar a "grau significativo de normalidade" até o fim do ano

O imunologista Anthony Fauci
O imunologista Anthony Fauci Foto: CNN Conteúdo

Devan Cole, da CNN

Ouvir notícia

Anthony Fauci, imunologista e conselheiro do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que é possível que os norte-americanos ainda terão de usar máscaras em 2022 para se protegerem do novo coronavírus, mesmo se os EUA atingirem um “grau significativo de normalidade” até o fim deste ano. 

Questionado pela âncora da CNN Dana Bash durante o programa “State of the Union” se ele acredita que os norte-americanos ainda precisarão usar máscaras no ano que vem, Fauci, o maior especialista em doenças infecciosas do país, respondeu: “Eu acho que é possível que esse seja o caso”.

O comentário do médico vem conforme os EUA se aproximam da marca de 500 mil mortos por Covid-19, pouco menos de um ano depois do início da luta contra o vírus. E apesar do país estar vacinando de maneira constante para combater a pandemia, Fauci ressaltou a importância de medidas de mitigação para combater o vírus e as variantes que estão surgindo, ainda que muitos estadunidenses já estejam fatigados da pandemia. 

Fauci disse à Bash que, apesar de não poder prever quando os EUA irão voltar a operar como fazia antes da pandemia, ele acredita que até o fim deste ano “teremos um grau significativo de normalidade para além do fardo terrível que todos nós carregamos ao longo do último ano”. 

“Conforme adentrarmos o outono e o inverno [de setembro a março no hemisfério norte], no final do ano, eu concordo com o presidente Joe Biden completamente, que estaremos nos aproximando de um grau de normalidade”, disse ele. 

O uso de máscaras é fundamental para frear o avanço da Covid-19, de acordo com o Centro de Prevenção e Controle de Doenças, que diz que elas podem proteger tanto quem as usa quanto os que estão ao redor da transmissão da doença. 

O governo Biden tem recomendado o uso de máscaras de maneira mais assertiva do que a gestão anterior, com o presidente assinando uma ordem executiva no mês passado determinando que viajantes usem máscaras em trajetos interestaduais e tornando o uso obrigatório em prédios do governo federal. Biden também propôs aos americanos que usem máscaras pelos 100 primeiros dias de sua presidência para conter a transmissão do vírus. 

(Texto traduzido, leia o original em inglês)

Mais Recentes da CNN