Após aumento de casos de Covid-19, capital do Chile volta a decretar lockdown

Novas medidas restritivas passaram a valer neste sábado (12); bares, restaurantes e escolas estão fechados

Fernanda Mainzer, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

Chile é um dos países da América do Sul que mais vacinou a sua população contra a Covid-19: quase metade dos chilenos acima de 18 anos já tomou as duas doses do imunizante. Embora os casos graves tenham tido redução, a transmissão continua muito elevada e sobrecarrega os serviços de saúde. A fim de controlar as taxas de contágio da doença, a capital Santiago decretou um novo lockdown.

 

Com as medidas impostas, desde sábado (12) bares e restaurantes ficarão com seus salões fechados para atendimento ao cliente e as escolas paralisaram suas aulas presenciais. Além disso, passa a valer um toque de recolher das 22h às 5h da manhã em toda a cidade.

O número de casos confirmados no país teve um crescimento rápido nas últimas duas semanas. Em Santiago, a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) chega a 98%. 

Santiago (Chile) entra em lockdown após aumento do número de casos (13-06-2021)
Santiago (Chile) entra em lockdown após aumento do número de casos de Covid-19 (13-06-2021)
Foto: Reprodução / CNN

Mais Recentes da CNN