Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Após série de derrotas, Putin consulta comandantes militares sobre Ucrânia

    "Ouviremos os comandantes em cada direção operacional e gostaria de ouvir suas propostas sobre nossas ações imediatas e de médio prazo", disse presidente russo

    Presidente russo, Vladimir Putin
    Presidente russo, Vladimir Putin 31/7/2022 Sputnik/Alexei Danichev/Pool via REUTERS

    da Reuters

    O presidente Vladimir Putin buscou propostas de seus comandantes das Forças Armadas sobre como eles acham que a campanha militar da Rússia na Ucrânia deve prosseguir, durante uma visita ao quartel-general da operação, afirmou o Kremlin neste sábado.

    Uma série de derrotas em 10 meses de combates, resultando na retirada da Rússia de áreas ao redor da capital Kiev e da segunda maior cidade da Ucrânia, Kharkiv, e mais recentemente de Kherson, forçaram Putin a convocar reservistas e geraram raras críticas públicas de militares e alguns aliados.

    Desde a nomeação em outubro do general da Força Aérea Sergei Surovikin para liderar a campanha, forças terrestres russas se concentraram mais na defesa do que no ataque, enquanto ataques aéreos deixaram milhões de civis ucranianos sem aquecimento, luz ou água por dias à medida que o inverno se instala.

    Em imagens de vídeo divulgadas pelo Kremlin, Putin presidiu uma reunião de cerca de uma dúzia de pessoas, incluindo o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, e o chefe do Estado-Maior, Valery Gerasimov – ambos fortemente criticados.

    Putin foi mostrado à frente de outra mesa pedindo sugestões de uma série de comandantes militares.

    “Ouviremos os comandantes em cada direção operacional e gostaria de ouvir suas propostas sobre nossas ações imediatas e de médio prazo”, disse Putin.

    (Por Vladimir Soldatkin)