Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Após terremoto, tempestade tropical ameaça provocar mais devastação no Haiti

    País tem previsão de sofrer com rajadas de vento e enchentes previstas ainda nesta segunda-feira

    Pessoas feridas são atendidas em hospital improvisado em Jeremie, no Haiti
    Pessoas feridas são atendidas em hospital improvisado em Jeremie, no Haiti Foto: Anadolu Agency via Getty Images (14.ago.2021)

    Matt Rivers e Jack Guy, da CNN

    Ouvir notícia

    Um sistema de tempestade tropical está ameaçando desencadear enchentes e deslizamentos de terra na área do Haiti, onde um terremoto de magnitude 7,2 matou quase 1.300 pessoas no sábado (14).

    A depressão tropical Grace estava se aproximando da costa sul de Hispaniola, a ilha que compreende o Haiti e a República Dominicana, na manhã desta segunda-feira (16) trazendo ventos sustentados de 56 km / h e rajadas mais altas, disse o meteorologista da CNN Haley Brink.

    Uma tempestade tropical é prevista na República Dominicana e no Haiti ainda hoje, disse Brink, acrescentando que 38 centímetros de chuva estão previstos em algumas áreas isoladas até terça-feira.

    “Estou preocupado com a tempestade que se aproxima, pois pode complicar a situação para nós”, disse Jerry Chandler, chefe da agência de proteção civil do Haiti, no domingo.

    A agência relatou pelo menos 1.297 pessoas mortas e mais de 5.700 feridas no domingo. Esses números devem aumentar à medida que os esforços de busca e resgate continuam.

    O terremoto destruiu 13.694 casas e danificou outras 13.785, disseram autoridades da agência.

    A destruição também empurrou hospitais para o limite e bloqueou estradas, dificultando o acesso de suprimentos vitais às áreas afetadas.

    “Nós realmente precisamos de ajuda, ontem eu estava ajudando no hospital e as coisas estavam fora de controle”, um voluntário chamado Marcelin Lorejoie disse à CNN no domingo.

    “Não há médicos suficientes, nem medicamentos suficientes e temos pessoas com ferimentos graves. Precisamos de ajuda urgente antes que as coisas (fiquem) mais complicadas.”

    As autoridades vão de casa em casa em busca de sobreviventes – esforços que demandam uma quantidade enorme de recursos.

    No local de um hotel que desabou, uma equipe da CNN viu apenas uma escavadeira, que não estava funcionando no momento. Não havia polícia ou segurança nas proximidades, pois as pessoas carregavam aparelhos de ar-condicionado para longe do prédio destruído.

    O terremoto ocorreu às 8h30, horário local, no sábado, a uma profundidade de cerca de 10 quilômetros (6,2 milhas); seu epicentro foi cerca de 12 quilômetros (7,5 milhas) a nordeste de Saint-Louis-du-Sud, na parte sudoeste do país.

    Esse local fica a cerca de 96 quilômetros (60 milhas) a oeste do epicentro do desastroso terremoto de magnitude 7,0 que matou cerca de 220.000 a 300.000 pessoas em 2010.

    Etant Dupain da CNN, AnneClaire Stapleton, Mohammed Tawfeeq, Amir Vera, Susanna Capelouto, Caitlin Hu, Elizabeth Joseph, Eric Levenson, Brandon Miller, Florencia Trucco, Michelle Velez, Lionel Vital e Theresa Waldrop contribuíram para esta reportagem. 

    (Texto traduzido. Leia aqui o original em inglês.)

    Tópicos

    Mais Recentes da CNN