Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ataque de 7 de outubro completa nove meses; israelenses vão às ruas

    Manifestantes protestam em frente a casa de ministros de estado e parlamentares governistas

    Alessandro DiviggianoIlan RosenbergLianne Backda Reuters

    Os israelenses saíram às ruas neste domingo (7) para marcar nove meses desde o ataque do Hamas em 7 de outubro a Israel, queimando pneus para bloquear as principais rodovias do país e realizando memoriais.

    Os protestos começaram às 6h29, correspondendo ao horário do ataque do Hamas em 7 de outubro, segundo a mídia israelense.

    Os manifestantes saíram às ruas, bloqueando o trânsito na hora do rush nos principais cruzamentos do país. Eles atearam fogo brevemente em pneus na principal rodovia Tel Aviv-Jerusalém antes que a polícia liberasse o caminho.

    Pequenos grupos com megafones e faixas também protestaram em frente às casas de vários ministros e legisladores da coligação do premiê Benjamin Netanyahu.

    No Kibutz Or Haner, perto da fronteira com Gaza, penduraram um balão preto para cada pessoa morta no ataque de 7 de Outubro e um balão amarelo para cada refém ainda detido em Gaza.

    Esperava-se que os protestos ganhassem força à medida que o dia avançava, culminando em manifestações massivas em Tel Aviv e Jerusalém.

    O Hamas liderou um ataque sem precedentes a Israel em 7 de outubro de 2023, matando cerca de 1.200 e sequestrando mais de 250 pessoas, a maioria civis.

    Israel lançou então uma guerra contra o grupo islâmico que governa a Faixa de Gaza, matando mais de 38 mil pessoas, segundo as autoridades de saúde do território.