Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ativista Greta Thunberg é absolvida após julgamento por ato em Londres

    Jovem foi inocentada da acusação de violação da ordem pública

    Greta Thunberg na Corte de Magistrados Westminster em Londres
    Greta Thunberg na Corte de Magistrados Westminster em Londres 2/2/2024 REUTERS/Isabel Infantes

    Reuters

    A ativista climática Greta Thunberg foi inocentada da acusação de violação da ordem pública, nesta sexta-feira, quando um juiz decidiu que a polícia não tinha poder para prendê-la durante um protesto em frente a uma conferência sobre petróleo e gás em Londres no ano passado.

    Greta Thunberg, que se tornou uma ativista proeminente em todo o mundo depois de realizar protestos semanais em frente ao Parlamento sueco em 2018, foi absolvida na Corte de Magistrados Westminster, sob aplausos e gritos dos apoiadores no tribunal.

    A jovem de 21 anos e quatro outros estavam entre as dezenas de pessoas presas em 17 de outubro do lado de fora de um hotel de Londres onde o Energy Intelligence Forum estava recebendo líderes do setor de petróleo e gás.

    Todos os cinco réus foram acusados de não terem cumprido uma ordem da polícia para transferir o protesto para uma área designada próxima à conferência, um delito previsto na Lei de Ordem Pública.

    Mas o juiz John Law determinou que a polícia agiu ilegalmente ao impor condições ao protesto e que, portanto, Greta Thunberg não tinha uma ação a responder.

    Ele disse que a polícia poderia ter imposto restrições menores ao protesto e que as condições impostas não eram claras.

    Law também afirmou que não foi dado a Thunberg um tempo razoável para obedecer depois que a polícia disse a ela para transferir a manifestação de local.

    Greta Thunberg e os quatro outros réus se abraçaram antes de deixar o tribunal.

    A decisão de sexta-feira coloca em dúvida outros processos contra acusados de não obedecerem às condições da polícia na manifestação de 17 de outubro.

    (Reportagem de Sam Tobin)