Base da força aérea de Ohio, nos EUA, é colocada em lockdown após relato de tiroteio

O Centro Nacional de Inteligência Aérea e Espacial (NASIC) serve como a principal fonte de análise do Departamento de Defesa dos EUA para ameaças aéreas e espaciais estrangeiras

Nenhum ferimento foi relatado e nenhuma evidência de tiros foi encontrada
Nenhum ferimento foi relatado e nenhuma evidência de tiros foi encontrada Foto: Steve Buissinn/Pixabay

Reutersda Reuters

Ouvir notícia

A base da Força Aérea Wright-Patterson em Ohio suspendeu um lockdown imposto na noite de quinta-feira após relatos de um atirador ativo no Centro Nacional de Inteligência Aérea e Espacial da base.

“A Base da Força Aérea de Wright-Patterson deu o All Clear. O lockdown foi suspenso. Quando mais informações estiverem disponíveis, nós as compartilharemos aqui”, disse a 88th Air Base Wing em um tweet na manhã desta sexta-feira (1).

Nenhum ferimento foi relatado e nenhuma evidência de tiros foi encontrada, o porta-voz da base Bob Purtiman disse à WDTN TV, uma afiliada local da NBC, acrescentando que o relatório da ameaça era “confiável”.

Purtiman afirmou que duas pessoas relataram ter ouvido tiros na área, levando a uma série de varreduras no prédio até o início da sexta-feira.

O Centro Nacional de Inteligência Aérea e Espacial (NASIC) serve como a principal fonte de análise do Departamento de Defesa dos EUA para ameaças aéreas e espaciais estrangeiras, de acordo com seu site.

O lockdown foi suspenso quatro horas após o alerta inicial. A base respondeu com varreduras de segurança na área.

A Wright State University, localizada próxima ao local em Dayton, no oeste de Ohio, aconselhou os alunos e funcionários a ficarem longe das áreas ao norte do campus. (Reportagem de Aakriti Bhalla em Bengaluru e Sarah Morland em Gdansk; Edição de Christopher Cushing e Philippa Fletcher)

Mais Recentes da CNN