Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Biden declara emergência em Nova York após inundações

    Chuvas fortes com inundação repentina causaram pelo menos 45 mortes nos Estados Unidos. São resquícios do furacão Ida, que destruiu cidades da Louisiana no começo da semana

    Pedestres tentam se proteger da chuva perto do Columbus Circle, em New York
    Pedestres tentam se proteger da chuva perto do Columbus Circle, em New York Craig Ruttle - 1.set.2021/AP

    Nathallia FonsecaDiego Pavãoda CNN

    Ouvir notícia

    O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou emergência no estado de Nova York, ordenando ajuda federal para ajudar equipes regionais a enfrentar a devastação deixada pelas enchentes, disse a Casa Branca em um comunicado na quinta-feira (2).

    Chuvas fortes com inundação repentina causaram pelo menos 45 mortes nos Estados Unidos. São resquícios do furacão Ida, que destruiu cidades da Louisiana no começo da semana.

    Na cidade de Nova York, quase todas as linhas de metrô tiveram o funcionamento suspenso. Algumas estações foram tomadas pela água e passageiros tiveram que ser retirados às pressas.

    A prefeitura emitiu o primeiro alerta de enchentes da história e avisou que os moradores não devem ficar na rua. Espectadores do torneio do US Open, que acontece em Nova York, foram pegos de surpresa pela chuva.

    Entre as vítimas, estão um idoso que teve o carro arrastado pela água e uma pessoa que não resistiu aos ferimentos após uma parede desabar em um prédio. Uma criança de apenas dois anos está entre as vítimas. Outras seis mortes também foram registradas.

    Em outros pontos do nordeste norte-americano, cidades foram atingidas por tornados e dezenas de casas foram destruídas. Os estados da Pensilvânia e Maryland foram os mais castigados pela ventania.

    *Com informações da Reuters

    Mais Recentes da CNN