Biden diz que vacinas contra Covid-19 para crianças estarão prontas em semanas

Casa Branca revelou nesta semana planos de vacinar crianças de 5 a 11 anos; a decisão depende de aprovação da FDA e do CDC

Joe Biden durante o CNN Town Hall
Joe Biden durante o CNN Town Hall Reprodução/CNN

Josiah RyanJeremy DiamondKaitlan CollinsKate Sullivanda CNN

Ouvir notícia

O presidente Joe Biden diz acreditar que as vacinas contra a Covid-19 serão aprovadas e amplamente disponíveis para crianças em breve, mas acrescentou a ressalva que permitirá que as agências de saúde e ciência do país façam uma determinação independente.

“As expectativas são de que elas [as vacinas] devem estar prontas em curto prazo”, disse Biden ao ser questionado por uma mãe de dois meninos sobre quando os imunizantes poderiam ser considerados seguros para crianças e disponibilizados.

No início desta semana, a Casa Branca revelou seus planos de lançar vacinas contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos, dependendo da avaliação e autorização da Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos.

Biden disse que já existem 800 mil locais de vacinação em todo o país que poderiam administrar vacinas a crianças elegíveis. “Haverá muitos lugares onde se poderá obter a vacina, se e quando ela for aprovada”, disse ele.

Biden, no entanto, fez o possível para se contrastar com a administração do ex-presidente Donald Trump, dizendo que não pressionaria as agências encarregadas de aprovar os imunizantes. “Quero deixar claro que, ao contrário de governos anteriores, a ciência ditará isso”, disse ele.

O que você precisa sobre o plano dos EUA de vacinar crianças de 5 a 11 anos

A Casa Branca divulgou nesta quarta-feira (20) seus planos de lançar vacinas contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos, dependendo da autorização da FDA.

A administração de Biden garantiu o fornecimento de vacina suficiente para vacinar os 28 milhões de crianças de 5 a 11 anos que se tornariam elegíveis para a vacinação se a vacina fosse autorizada para essa faixa etária.

O governo ajudará a equipar mais de 25 mil consultórios pediátricos e de atenção primária, centenas de centros de saúde comunitários, centros e clínicas de saúde rurais, bem como dezenas de milhares de farmácias para administrar os imunizantes, de acordo com a Casa Branca.

Vacinação de criança
EUA estudam possibilidade de começar a vacinar crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19 / Getty Images/Ivan Pantic

“Sabemos que milhões de pais estão esperando pela vacina contra a Covid-19 para crianças nesta faixa etária. E se o FDA e o (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA) autorizarem a vacina, estaremos prontos para receber vacinas”, afirmou o diretor de resposta para a Covid-19 da Casa Branca, Jeff Zients, em uma entrevista coletiva.

“As crianças têm necessidades diferentes das dos adultos e nosso planejamento operacional é voltado para atender a essas necessidades específicas, inclusive oferecendo vacinas em ambientes com os quais os pais e as crianças estão familiarizados e confiam”, explicou Zients.

O governo também está lançando uma parceria com a Children’s Hospital Association “para trabalhar com mais de 100 sistemas de hospitais infantis em todo o país para estabelecer locais de vacinação em novembro e até o final do ano”, anunciou a Casa Branca.

A administração também planeja ajudar a disponibilizar a vacinação em escolas e em outros “locais comunitários” com a ajuda do financiamento da Agência Federal de Gerenciamento de Emergências.

(Este texto é uma tradução. Para ler o original, em inglês, clique aqui)

Mais Recentes da CNN