‘Biden está empenhado em reconstruir o país’, diz Bill Clinton em convenção

"Temos apenas 4% da população mundial, mas 25% dos casos Covid-19 do mundo", disse o ex-presidente ao criticar o mandato de Trump

Bill Clinton discursa em convenção do Partido Democrata (18.ago.2020)
Bill Clinton discursa em convenção do Partido Democrata (18.ago.2020) Foto: CNN

Diego Freire,

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Ex-presidente dos Estados Unidos entre 1993 e 2001, Bill Clinton afirmou, no segundo dia da convenção democrata, que Joe Biden – oficializado como candidato do partido nesta quarta-feira (19) – “está empenhado em reconstruir a América”.

“Nosso partido está unido para oferecer a você uma escolha muito diferente: um presidente que vai trabalhar. Um cara pé no chão que faz o trabalho. Um homem com uma missão: assumir responsabilidades, não transferir a culpa; concentre-se, não distraia; unir, não dividir”, disse Clinton sobre Biden.

Leia também:
Ato simbólico de Trump nos 100 anos do sufrágio feminino visa voto de mulheres

“A eleição presidencial é a entrevista de emprego mais importante do mundo. No final, contratamos um líder para nos ajudar a resolver problemas, criar oportunidades e dar a nossos filhos um futuro melhor”, afirmou o ex-presidente no início de seu discurso.

“É uma tarefa difícil este ano, com o surto Covid-19 em um caminho para matar 200.000 pessoas e destruir milhões de empregos e pequenas empresas. Como Donald Trump respondeu? A princípio, ele disse que o vírus estava sob controle e logo desapareceria. Quando isso não aconteceu, ele estava na TV todos os dias se gabando do excelente trabalho que estava fazendo, enquanto os cientistas esperavam para nos dar informações vitais. Quando não gostou do conselho de um especialista que recebeu, ele o ignorou”, acrescentu o democrata. 

Clinton traçou comparações com outros países para criticar a taxa de desemprego americana e o estado da pandemia no país. “Temos apenas 4% da população mundial, mas 25% dos casos Covid-19 do mundo. Nossa taxa de desemprego é mais do que o dobro da da Coreia do Sul, 2,5 vezes a do Reino Unido e mais de três vezes a do Japão”, afirmou. 

“Donald Trump diz que estamos liderando o mundo. Bem, somos a única grande economia industrial a ter sua taxa de desemprego triplicada. Em um momento como este, o Salão Oval deveria ser um centro de comando. Em vez disso, é um centro de tempestade. Só existe caos. Só uma coisa nunca muda – sua determinação em negar responsabilidade e transferir a culpa. A bola nunca pára por aí”, disse.

“Se você quer um presidente que define o trabalho como passar horas por dia assistindo TV e atacando pessoas nas redes sociais, ele é o seu homem. Negar, distrair e humilhar funciona muito bem se você está tentando entreter e inflamar. Mas em uma crise real, ele desmorona como um castelo de cartas”.

 

 

Mais Recentes da CNN