Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bobi, o cachorro mais velho do mundo, completa 31 anos com festa

    Cão português ganhou uma festa especial neste sábado, em que mais de 100 pessoas participaram. Título foi reconhecido pelo Guinness 

    Zoe Sottileda CNN

    O cachorro mais velho do mundo está vivendo na casa dos 30 anos. Bobi, um cão português que foi declarado o cachorro mais velho do mundo pelo Guinness World Records em fevereiro, comemorou seu 31º aniversário na quinta-feira (11), de acordo com um comunicado de imprensa do Guinness.

    A família de Bobi planejou uma festa de aniversário no sábado (13) em sua casa em Conqueiros, uma vila rural no sul de Portugal.

    O seu dono, Leonel Costa, disse ao Guinness que seria uma festa portuguesa “muito tradicional”. Mais de 100 pessoas compareceram, de acordo com o comunicado à imprensa.

    Costa disse ao Guinness que Bobi tem recebido muita atenção desde que foi coroado o cachorro mais velho do mundo.

    “Tivemos muitos jornalistas e pessoas de todo o mundo para tirar uma foto com Bobi”, disse ele no comunicado.

    Ele acrescentou que o filhote sênior estava bem de saúde e recentemente fez um check-up devido às preocupações de Costa com o estresse dos visitantes frequentes.

    “Foram tiradas muitas fotos e ele teve que se levantar e descer várias vezes”, disse ele no comunicado. “Não foi fácil para ele.”

    Bobi é um Rafeiro do Alentejo puro-sangue, uma raça de cão português treinado para guardar gado, segundo o seu dono. À medida que envelheceu, ele teve dificuldades para andar e também experimentou um declínio em sua visão.

    Leonel Costa e seu cão, Bobi, que completou 31 anos / PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP via Getty Images

    Costa atribuiu a longevidade de seu cachorro em parte ao “ambiente calmo e pacífico” onde ele vive.

    Além de ser o cachorro mais velho atualmente vivo, Bobi também é o cachorro mais velho já registrado, de acordo com o Guinness. Costa tinha apenas 8 anos quando nasceu seu companheiro canino.

    “O Bobi é especial porque olhar para ele é como lembrar das pessoas que fizeram parte da nossa família e infelizmente não estão mais aqui, como meu pai, meu irmão ou meus avós que já partiram deste mundo”, disse no comunicado.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original