Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Brasileiro em Jerusalém relata cenário após ataque do Irã: “Empurrão ou soco é um ataque”

    Marcel Berditchevsky, guia turístico brasileiro que mora em Jerusalém, fala sobre a situação após o ataque iraniano.

    Da CNN

    Marcel Berditchevsky, um brasileiro que mora em Jerusalém e trabalha como guia turístico em Israel, relatou à CNN o cenário após o ataque do Irã à região.

    Em entrevista à CNN, ele explicou que a sociedade israelense já está treinada para lidar com essa realidade e continua em estado de alerta.

    Segundo Berditchevsky, o Irã buscou demonstrar sua força com o ataque, que envolveu quase 300 objetos entre drones e mísseis lançados contra Israel. Qualquer um deles, se atingisse objetos civis, aqui seriam estragos, seriam centenas de mortes, afirmou.

    Ataque não é apenas demonstração de força

    Apesar de o Irã alegar que foi apenas uma demonstração de força, o brasileiro ressaltou que usar um empurrão ou um soco é um ataque. Porém, ele acredita que os iranianos não queriam escalar o conflito a ponto de desencadear uma Terceira Guerra Mundial.

    Berditchevsky destacou que Israel está preparado para se defender contra qualquer ameaça vinda do Irã, que é apontado como responsável por alimentar grupos terroristas que se opõem ao Estado israelense.

    A sociedade é treinada para isso, para isso tem um exército e tem a coalizão dos países de bem que combatem contra o terrorismo, declarou.

    O brasileiro concluiu afirmando que, apesar da situação tensa, a vida segue normalmente em Jerusalém, com a população preparada para reagir a eventuais novos ataques.