Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Brasileiros abrigados em escola devem se deslocar para o sul de Gaza amanhã

    Ônibus fretado pelo Itamaraty está a postos para levar grupo de 19 pessoas para Khan Younes

    Jussara SoaresPedro Teixeirada CNN

    em Brasília

    Os 19 brasileiros que estão abrigados em um escola no norte de Gaza vão passar a noite no local. Coordenadores da missão que levará o grupo para a região sul avaliaram que é mais seguro fazer o trajeto durante o dia, segundo relataram fontes diplomáticas à CNN.

    O ônibus fretado pelo governo brasileiro para fazer o deslocamento já está a postos. Mas sofreu atraso no trajeto até a escola porque precisou fazer um caminho alternativo, visto que a via principal de Gaza foi bombardeada.

    Como já é noite na cidade, a avaliação é que é mais seguro aguardar o amanhecer antes de seguir rumo a cidade de Khan Younes.

    O número de brasileiros abrigados na escola aumentou para 19 após Israel dar 24 horas para que civis deixem o norte de Gaza. São 11 crianças, cinco mulheres e três homens. Apenas 10, no entanto, fazem parte dos que desejam ser repatriados ao Brasil. Os outros nove só buscam refúgio e já informaram que preferem seguir em Gaza.

    A Força Aérea Brasileira (FAB) enviou nesta quinta-feira (13) um voo extra para trazer os brasileiros que estão em Gaza. O VC-2 — aeronave da Presidência da República — já está em Roma e aguarda orientações. A melhor opção levantada até aqui é retirar o grupo pela passagem de Rafah, região do sul de Gaza que faz fronteira com o Egito.

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entrou pessoalmente nas negociações pelo resgate dos brasileiros na zona mais crítica do conflito. Ele ligou para o presidente de Israel, Isaac Herzog. Lula pediu a abertura de um corredor humanitário entre a Faixa de Gaza e o Egito.

    Antes, o chefe da Assessoria Especial do Presidente da República, Celso Amorim, já tinha feito contato com Faiza Aboul Naga, assessora de assuntos de segurança do presidente do Egito, Abdul Fatah Khalil Al-Sisi.

    O Palácio do Itamaraty também não descarta a possibilidade de fazer contato com o Hamas para garantir a retirada dos brasileiros em segurança.

    VÍDEO: Itamaraty freta ônibus para tirar brasileiros da Faixa de Gaza