Cachorros confortam funcionários e encontram apoio bipartidário no Capitólio

Após tragédias, presença dos cães ajuda a aliviar tensões e traz momentos de descontração entre profissionais de segurança, políticos e jornalistas

São Bernardo de mais de 70 quilos chama atenção de funcionários no Capitólio
São Bernardo de mais de 70 quilos chama atenção de funcionários no Capitólio Foto: Kent Nishimura/GettyImages

Por Kristin Wilson, CNN

Ouvir notícia

Legisladores, funcionários, policiais e jornalistas no Capitólio, nos Estados Unidos, encontraram uma coisa em que todos concordaram esta semana: Clarence é um bom garoto. No Twitter, a democrata Cindy Axne, do estado de Iowa, publicou uma foto: “Ele é um ícone nacional”, diz a legenda.

O filhote do Departamento de Polícia de Greenfield, Massachusetts, é o primeiro Cão Oficial da Polícia, e passou a semana vagando pelos corredores do Congresso ao lado de Keeva, um Akita e o labrador Hank, conquistando os corações até mesmo das pessoas mais estóicas da Colina.

Mas foi Clarence – um São Bernardo que pesa mais de 72 quilos – que captou muito do amor. “Esse é um cachorro grande”, disse o senador John Cornyn, um republicano do Texas, ao lado de Clarence enquanto ele descansava no Capitólio. “Estou certo?”.

Os momentos alegres em torno da interação de Clarence com legisladores, funcionários e jornalistas vêm depois de um período tumultuado no Capitólio, atingido por uma tragédia este ano. Quase 100 dias depois que a Polícia do local sofreu a perda de dois policiais na esteira do motim de 6 de janeiro e um terceiro duas semanas atrás, quando um carro colidiu com as barricadas, o trio de cães veio para confortar os profissionais de segurança enquanto se despediam do oficial Billy Evans.

O oficial Clarence e seu tutor, o tenente William Gordon, estiveram no local de algumas das piores tragédias do país: o tiroteio em Las Vegas, a Maratona de Boston e o tiroteio da Sinagoga da Árvore da Vida em Pittsburgh. E embora seu trabalho principal seja cuidar de policiais, Gordon diz que há muito Clarence para ajudar a confortar todos os afetados por eventos traumáticos.

“O policial Clarence e os outros cães de conforto da polícia trouxeram a alegria tão necessária ao Capitólio esta semana, enquanto lamentávamos a perda de outro oficial heróico do USCP”, disse a deputada Mary Gay Scanlon à CNN. “Você não conseguia ver os sorrisos de todos escondidos atrás de nossas máscaras, mas certamente podia senti-los!”.

Scanlon e sua colega deputada da Pensilvânia, Madeleine Dean, posaram para uma foto com o trio, com Dean chamando-os de parte de sua “reunião noturna do Comitê de Polícia Canina” e dizendo que eles tinham “muito potencial”.

“Eu sempre encontro esse cara no Capitol. Clarence, o cão de conforto da polícia, é simplesmente o melhor”, escreveu no Twitter o deputado Andy Kim, um democrata de Nova Jersey, com uma foto de Clarence esparramado no chão da Rotunda. “Eu acho que devemos conseguir um permanentemente aqui no Capitólio”, finaliza.

Jornalistas, incluindo alguns da CNN, também tiveram a atenção captada, enchendo as redes sociais com fotos e informações sobre o enorme cachorro – incluindo seu trabalho em comerciais, programas de TV e para agências de modelos – e Gordon distribuiu cartões de beisebol a Clarence destacando seu trabalho e os prêmios de serviço comunitário.

“Minha esposa acompanha nas redes sociais e fica vendo as pessoas dizerem que Clarence tinha quatorze anos”, disse ele. “E ela me ligou e disse, ‘ei, ele só tem 11 anos!’. Então, ele ainda fará isso por um tempo”, diz.

(Texto traduzido. Leia o original aqui).

Mais Recentes da CNN