Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Candidato desiste de disputar o 2º turno e Jorge Macri será o novo prefeito de Buenos Aires

    Campanha de Leandro Santoro diz que concentrará esforços na “defesa da democracia contra a ameaça autoritária" e ajudará Sergio Massa a vencer na capital argentina

    Jorge Macri é primo do ex-presidente Mauricio Macri
    Jorge Macri é primo do ex-presidente Mauricio Macri Reprodução/X

    Da CNN em Espanhol

    O candidato a prefeito da cidade de Buenos Aires Leandro Santoro (Unión por la Patria) confirmou, nesta terça-feira (23), que não disputará o segundo turno eleitoral contra Jorge Macri (Juntos por el Cambio).

    Com a decisão, Macri será eleito o novo prefeito da capital argentina.

    A campanha de Santoro explica que a decisão foi tomada porque “o resultado que Jorge Macri obterá estará a poucos votos de atingir o número estabelecido pela Constituição da Cidade Autônoma de Buenos Aires para ser chefe de governo eleito”.

    Assim, afirmam que “seria tolice forçar um segundo turno” e que se concentrarão esforços na “defesa da democracia contra a ameaça autoritária, ajudando Sergio Massa a vencer na cidade de Buenos Aires e a ser eleito presidente da Nação”.

    Santoro, candidato da coalizão governista, obteve 32,2% dos votos nas eleições do último domingo (22), contra os 49,61% obtidos por Jorge Macri.

    Macri é primo do ex-presidente Mauricio Macri, e que, assim que soube da decisão de Santoro, escreveu uma mensagem em sua conta X, antes conhecida como Twitter: “Parabéns Jorge!!! você foi eleito por metade da população de Buenos Aires como o próximo Chefe de Governo da Cidade de Buenos Aires. Tenho certeza de que sua motivação e experiência levarão a cidade a um novo nível.”

    A Constituição da cidade estabelece que, a menos que um candidato obtenha mais de 50% dos votos no primeiro turno eleitoral, deverá ser realizado um segundo turno, que neste caso foi marcado para domingo, 19 de novembro, mesma data do segundo turno nacional entre Sergio Massa e Javier Milei.

    Veja também: Massa e Milei disputarão o segundo turno da eleição presidencial na Argentina

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original