Cantora Billie Eilish pede “ação urgente” antes da COP26

A cantora gravou uma mensagem em vídeo ao lado de outros famosos para cobrar os líderes mundiais sobre ações efetivas

Billie Eilish uniu forças com cientistas para pedir ações efetivas na COP26
Billie Eilish uniu forças com cientistas para pedir ações efetivas na COP26 CNN

Da Reuters

Ouvir notícia

A estrela da música Billie Eilish uniu forças com cientistas do grupo Arctic Basecamp na terça-feira (26), quando pediu aos líderes mundiais que tomem medidas urgentes na reunião da COP26, da ONU, que vai discutir medidas para conter a mudança climática. O evento começa na próxima semana.

A cantora gravou uma mensagem em vídeo ao lado de outros famosos, como o ator Rainn Wilson, da série americana “The Office”, o explorador do exército britânico Levison Wood e com Robert Irwin, filho do famoso “caçador de crocodilos”, o australiano Steve Irwin. Eles também emprestaram suas vozes ao projeto em parceria com a Universidade de Exeter, da Grã-Bretanha.

A cúpula do clima terá o primeiro-ministro britânico Boris Johnson como anfitrião. O evento, realizado em Glasgow, começa no domingo (31).

“Este ano, nossos líderes estão decidindo as ações globais necessárias para a emergência do clima ambiental em uma década crítica para o nosso planeta”, disse Eilish. “Devemos estar juntos e conversar sobre como salvar nosso planeta, não apenas para nós, mas para as gerações futuras, e precisamos de ação urgente, trabalhando juntos.”

A Grã-Bretanha considerou a cúpula a última grande chance para os países se comprometerem a tomar medidas para desacelerar o aumento das temperaturas.

“Coragem. Isso é o que nossos líderes mundiais precisam, mais do que qualquer coisa. As decisões que eles tomarem sobre a crise climática na próxima década são as decisões mais importantes na história do nosso planeta”, disse Wilson.

O Arctic Basecamp foi fundado por Gail Whiteman, uma cientista social que estuda como os tomadores de decisão entendem as ameaças ambientais, como as mudanças climáticas. O grupo montou um acampamento para cientistas no Fórum Econômico Mundial, em Davos, e participará da cúpula da COP26.

“Esta é uma crise e o Ártico está soando o alarme. É hora de os líderes mundiais se unirem para criar uma mudança real que garanta um futuro seguro para a humanidade”, disse Whiteman em um comunicado.

(Texto traduzido. Leia o original aqui.)

Mais Recentes da CNN