Ameaça à segurança fecha Capitólio nos Estados Unidos

Veículo avançou contra barreira de segurança posicionada em frente ao Congresso

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

As ruas ao redor do Capitólio dos Estados Unidos e o prédio, que abriga as duas casas legislativas federais, entraram em lockdown nesta sexta-feira (2) – com forte presença policial e do exército – devido a uma ameaça à segurança do Congresso. A CNN teve acesso ao e-mail da Polícia do Capitólio com detalhes sobre o ocorrido.

O prédio do Capitólio foi reaberto quase duas horas depois do anúncio do atentado. A cena do crime permanece com acesso restrito. Apenas os peritos e agentes de segurança que trabalham na apuração do caso pode transitar pelo prédio.

 

Informações preliminares publicadas pela Polícia do Capitólio em sua conta oficial no Twitter  -posteriormente detalhadas no e-mail – dizem que um veículo avançou contra barreira policial posicionada em frente ao prédio, na Avenida da Constituição. O autor do atentado, identificado como Noah Green, de 25 anos, atropelou dois agentes que faziam guarda na barricada. 

Tweet oficial do Capitólio
Publicação da página oficial do Capitólio dos EUA no Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

O suspeito foi alvejado por tiros enquanto avançava com o carro, em seguida foi interceptado por outros policiais que faziam a segurança da área. Autoridades informaram que o autor do atentado estava consciente no momento em que foi levado sob custódia ao mesmo hospital para onde foram encaminhados os agentes feridos durante o atropelamento.

A correspondente da CNN no Congresso, Lauren Fox, apurou com fontes que fazem a segurança do Capitólio que o suspeito saiu do veículo armado com uma faca e esfaqueou um policial. William “Billy” Evans, que há 18 anos integrava a Polícia do Capitólio, acabou morrendo a caminho do hospital. O outro policia está internado, estável, e não corre risco de vida. 

Tropas do Exército foram enviadas ao local para reforçar a segurança. Ainda não há informações sobre a identidade do suspeito e a motivação do atentado. 

A Polícia do Capitólio, que não realizava coletiva de imprensa desde a invasão ao Congresso norte-americano por apoiadores do ex-presidente Donald Trump, no dia 6 de janeiro, marcou para as 15h45 um evento com jornalistas para fornecer mais informações sobre o ataque.

(Com informações de Gregory Prudenciano, Leonardo Lopes e Weslley Galzo)

Capitólio Estados Unidos
Ameaça à segurança fecha prédio do Capitólio, nos Estados Unidos (2.abr.2021)
Foto: Win McNamee/Getty Images

 

 

 

Mais Recentes da CNN