CDC dos EUA inclui mais países na lista de destinos com risco ‘muito alto’ para Covid

Brasil saiu do 'nível 4' e está no 'nível 3', enquanto Austrália, Etiópia e Romênia, que estavam no 'nível 2', estão na categoria de risco moderado devido a surtos locais

Barranquilla, na Colômbia
Barranquilla, na Colômbia Fernando Acuña / EyeEm / Getty Images

Marnie Hunterda CNN

Ouvir notícia

As ilhas do Mar do Caribe ao Oceano Índico se juntaram a outros países do Leste Europeu que estão entre os lugares recentemente considerados de “alto risco” para viagens, de acordo com os Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

Granada, São Cristóvão e Neves, Ilhas Maurício, Albânia e Sérvia passaram para a categoria “nível 4: muito alto” na lista de recomendações de viagens do CDC nesta segunda-feira (13).

O Afeganistão, que está mergulhado no caos desde a tomada do Talibã e a retirada dos EUA no mês passado, também foi para “nível 4”.

O CDC recomenda evitar viagens para locais designados com o aviso “nível 4”. Quem tem que viajar para estes locais deve se vacinar antes, informa a agência.

Veja os destinos adicionados à lista de “nível 4”:

  • Afeganistão
  • Albânia
  • Belize
  • Granada
  • Lituânia
  • Ilhas Mauricio
  • São Cristóvão e Neves
  • Sérvia
  • Eslovênia

Esta classificação do CDC para viagens varia do nível 1 (“baixo”) ao nível 4 (“muito alto”).

Os destinos que se enquadram na categoria “nível 4” tiveram mais de 500 casos por 100 mil residentes nos últimos 28 dias, de acordo com os critérios do CDC.

A categoria de “nível 3” é aplicada a destinos que tiveram entre 100 e 500 casos por 100 mil residentes nos últimos 28 dias.

Israel também foi incluído na lista “nível 4” na tarde desta segunda. O país, no entanto, já estava listado na categoria 4 antes da atualização semanal. O CDC não respondeu imediatamente ao pedido de esclarecimento da CNN.

Novos destinos de “nível 3”:

Quatro outros destinos foram atualizados para o “nível 3” nesta segunda: Austrália, Brasil, Etiópia e Romênia.

O Brasil saiu do “nível 4”, enquanto Austrália, Etiópia e Romênia estavam anteriormente na categoria de “nível 2”, considerada moderada.

Recentemente, a Austrália tem lutado para conter um surto da variante delta, considerada altamente contagiosa, que se espalhou para grandes centros populacionais em Sydney, Melbourne e Canberra, causando longos bloqueios.

O país anunciou planos para testar passaportes de vacinação enquanto se prepara para reabrir suas fronteiras ao turismo internacional.

Em seu guia de viagens mais amplo, o CDC recomendou evitar todas as viagens internacionais até estar totalmente vacinado.

“Viajantes totalmente vacinados têm menos probabilidade de contrair e disseminar a Covid-19. No entanto, viagens internacionais apresentam riscos adicionais, e mesmo os viajantes totalmente vacinados podem ter maior risco de contrair e possivelmente espalhar algumas variantes da Covid-19”, disse a agência.

Ben Westcott, da CNN, contribuiu com reportagem.

(Este texto é uma tradução. Para ler o original, em espanhol, clique aqui)

Mais Recentes da CNN