Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Forte terremoto atinge a região do Atacama, no norte do Chile

    Até o momento, não foram registrados danos estruturais significativos ou feridos

    Diego Freire,

    da CNN, em São Paulo

    Ouvir notícia

    Um terremoto no norte do Chile foi sentido em várias regiões do país no início da madrugada desta terça-feira (1º).  De acordo com relatório do Centro Sismológico Nacional, da Universidade do Chile, o tremor atingiu a magnitude de 7 graus, com 10 quilômetros de profundidade, e hipocentro a 60 quilômetros ao norte de Huasco, perto da costa da região do Atacama. A agência inicialmente divulgou a magnitude como de 6,8 graus na escala Richter, mas posteriormente revisou o dado.

    Uma série de réplicas foi registrada na região, com outros tremores de magnitudes que chegaram a até 6,1 graus de magnitude na escala Richter segundo o Centro Sismológico Nacional do Chile.

    Leia também:
    Satélite argentino SAOCOM 1B é lançado com sucesso de Cabo Canaveral, nos EUA

    Localização do hipocentro de terremotos na região do Atacama
    Localização do hipocentro de terremotos na região do Atacama em 1º de setembro de 2020
    Foto: USGS/ Reprodução

    O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), referência mundial na medição de terremotos, registrou com magnitudes diferentes os tremores no norte do Chile: 6,8 graus de magnitude o sismo principal e 6,1 graus a réplica de maior intensidade.

    Em primeiro relatório após o terremoto, o Escritório Nacional de Emergência do Ministério do Interior do Chile informou que “danos a pessoas, alteração de serviços básicos ou infraestrutura” não foram relatados.

    Posteriormente, segundo o jornal chileno La Tercera, o o diretor nacional do órgão, Ricardo Toro, afirmou que foram registrados “micro cortes de energia” em setores da Região do Atacama e interrupções preventivas em algumas estradas.

    Tópicos

    Tópicos

    Mais Recentes da CNN