Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cerca de 90% da geração de energia eólica da Ucrânia foi destruída na guerra

    Segunndo a primeira vice-ministra das Relações Exteriores do país, entre 40% a 50% da infraestrutura de energia solar também foi destruída

    Jorge EngelsDennis LapinNiamh KennedyJosh Penningtonda CNN

    A guerra da Rússia na Ucrânia teve um impacto devastador na infraestrutura de energia renovável do país, de acordo com a primeira vice-ministra das Relações Exteriores da Ucrânia, Emine Dzheppar.

    Dzheppar publicou no Twitter no domingo (23) que 90% da infraestrutura de energia eólica da Ucrânia e entre 40% a 50% de sua infraestrutura de energia solar foi destruída.

    “A Rússia continua aterrorizando os ucranianos e é claro criar uma crise de energia em nosso país”, disse Dzheppar, pedindo aos países aliados que ajudem a proteger os céus ucranianos.

    A energia solar e eólica representou 7% do consumo de energia da Ucrânia em 2021, de acordo com a TEK, uma empresa de comércio de energia ucraniana.

    Atualmente, o Ministério da Energia da Ucrânia não fornece um detalhamento das fontes de consumo de energia do país devido às restrições da lei marcial.

    As autoridades ucranianas acreditam que os ataques de drones e mísseis de cruzeiro em todo o país da Rússia estão sendo cuidadosamente orquestrados para atingir infraestruturas importantes à medida que a Ucrânia entra no inverno.

    Ao atingir usinas termelétricas, subestações de eletricidade, transformadores e oleodutos, as forças russas têm impactado diretamente a capacidade dos ucranianos de acessar energia, água e internet.

    Só no sábado (22), mais de 1,5 milhão de assinantes de energia ucranianos ficaram sem energia, de acordo com o vice-chefe do gabinete do presidente, Kyrylo Tymoshenko.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original