Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chile espera iniciar vacinação contra a Covid-19 na próxima semana

    Presidente chileno, Sebastián Piñera, espera ter vacinas da Pfizer disponíveis no país antes do fina de dezembro

    Sebastián Piñera, presidente do Chile
    Sebastián Piñera, presidente do Chile Foto: José Cruz - 27.abr.2018/Agência Brasil

    Por Natalia A. Ramos Miranda,

    da Reuters

    Doses da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Pfizer Inc podem começar a ser aplicadas no Chile já na próxima semana, com a primeira rodada de injeções sendo distribuída para profissionais de saúde, disse o presidente Sebastián Piñera neste domingo (20).

    Leia também:
    OMS: Nova variante da Covid-19 foi detectada na Dinamarca, Holanda e Austrália

    O regulador de saúde chileno informou na quarta-feira que aprovou o uso emergencial da vacina. No mesmo dia, Piñera afirmou que o laboratório havia confirmado que enviaria as primeiras 20 mil doses antes do final do mês.

    “Esperamos começar o processo de vacinação no Chile na próxima semana. E vamos começar com as pessoas que estiveram na linha de frente, em unidades de cuidados intensivos, cuidando de pacientes críticos”, disse o presidente em declarações na televisão.

    Depois dos profissionais de saúde, o plano de vacinação do país prevê que as vacinas sejam disponibilizadas para outros trabalhadores essenciais, a seguir os idosos e outros grupos de alta prioridade.

    “Vamos trabalhar para que antes do final do primeiro semestre do próximo ano possamos vacinar o grosso da população-alvo” de 15 milhões de pessoas, de uma população total de mais de 18 milhões, disse Pinera.

    “Peço a vocês que se vacinem”, enfatizou o presidente.

    Até domingo, o Chile havia notificado 585.545 casos de coronavírus e um total de 16.154 mortes.