Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    China considera flexibilizar regras de entrada para alguns turistas estrangeiros

    China fechou as fronteiras para turistas desde o início da pandemia de covid-19 em 2020, permitindo apenas a entrada de certos grupos

    Wayne Changda CNN

    O governo chinês emitiu, na segunda-feira (19), projetos de regulamentos que visam reforçar o turismo ao longo de sua fronteira e facilitar a entrada de alguns estrangeiros na China.

    De acordo com um projeto de política divulgado pelo Ministério da Cultura e Turismo da China, grupos organizados por agências de viagens nas áreas de fronteira da China poderão escolher seu porto de entrada e saída “flexivelmente” – no entanto, mais detalhes sobre locais e as datas não foram fornecidas.

    A China fechou as fronteiras para turistas estrangeiros desde o início da pandemia de Covid-19 em 2020, permitindo apenas a entrada de certos grupos de estrangeiros, como os que possuem vistos válidos.

    Nas últimas semanas, o governo chinês reforçou significativamente as restrições do Covid para conter a disseminação da variante Ômicron altamente transmissível. Em setembro, várias megacidades foram colocadas em bloqueios totais ou parciais.

    Sob o novo projeto de política, os turistas estrangeiros poderão visitar os locais turísticos de fronteira da China – mas apenas como parte de grupos turísticos.

    A política não especificou se aqueles que entram ainda precisam seguir os requisitos de quarentena da China para viajantes que chegam, que consiste em uma semana de quarentena em hotel e três dias de observação domiciliar. A China faz fronteira com 14 países, incluindo Rússia, Mongólia, Vietnã, Laos e Mianmar.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original