CNN Mundo: China impõe barreiras para frigoríficos no Brasil

Como reflexo da pandemia, decisão deixou em alerta toda a cadeia de exportação de carne e frango

Da CNN

Ouvir notícia

Com o aumento do número de casos do novo coronavírus, em frigoríficos, autoridades sanitárias da China decidiram suspender a autorização de exportação em algumas unidades no país. A decisão deixou em alerta toda a cadeia de exportação de carne e frango.

A General Administration of Customs People’s Republic of China, órgão responsável pela habilitação de estabelecimentos exportadores para China, solicitou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informações sobre frigoríficos brasileiros com casos de Covid-19 entre trabalhadores.

Neste cenário de incertezas, o analista de internacional da CNN Brasil, Lourival Sant´Anna, conversa com Charles Tang, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Jean Carlo Cury Manfredini, adido agrícola do Brasil na China e Pedro Camargo Neto, ex-presidente da Sociedade Rural Brasileira.

Leia também:

CNN Mundo: pandemia de Covid-19 avança pelas Américas e cenário é de incertezas

CNN Mundo: os reflexos da decisão dos EUA de barrar passageiros vindos do Brasil

Veja alguns destaques desta discussão e as constatações apontadas pelos convidados:

Pedro Camargo:  

“Eles estão com precaução, podem dizer será que é excesso de precaução? Eu acho que diante do quadro nada é excesso. Eu não vejo eles tomando atitudes contra o Brasil porque eles tem suspendido os frigoríficos do mundo inteiro. Não existe clareza que a carne, por exemplo, pode transportar o vírus, literatura não garante, mas também não garante que é impossível. Então eles estão com precauções que não vejo como absurdas, são precauções naturais diante do quadro atual”. 

Jean Carlo Cury Manfredini:

“Temos tido contato muito estreito com as autoridades chinesas, eles estão bastante preocupados com a essa reentrada do vírus em Pequim, que ficou quase dois meses sem nenhum caso novo aparecendo. Com base nesses indícios, estão bastante preocupados com essa nova situação para o Covid aqui na China. Mas, tanto o consumidor chinês quanto as autoridades sanitárias chinesas, ele têm um zelo muito grande por tudo que se refere à preservação da saúde”. 

Charles Tang: 

“Eu acho que o chines ficou magoado, conforme as notas da embaixada da China, declarações do próprio embaixador, mas acho que isso ja foi superado. A China não quer se intrometer nos assuntos internos de qualquer país, eu só conclamo esses brasileiros a serem patriotas e amarem o Brasil, porque amar outros países e prejudicar os interesses do Brasil, não faz sentido para um bom brasileiro. Principalmente, se em novembro mudar o governo americano, como as estatísticas apontam para essa possibilidade, como é que fica o Brasil?”, afirmou Tang, sobre os comentários de políticos brasileiros em relação aos chineses.

Mais Recentes da CNN