Com Covid-19, parlamentar britânica pega trem e é presa por burlar isolamento

Margaret Ferrier pegou um trem em uma viagem de mais de 640 km para a Escócia, mesmo após receber o resultado positivo para o coronavírus

Reuters

Ouvir notícia

A polícia da Escócia prendeu Margaret Ferrier, uma parlamentar britânica acusada de desrespeitar o isolamento após ter testado positivo para a Covid-19. De acordo com a polícia, ela pegou um trem mesmo com o diagnóstico positivo para a doença.

“Nós podemos confirmar que nossos agentes prenderam hoje e prestaram queixas contra uma mulher de 60 anos que é alegadamente culpada de uma conduta desrespeitosa”, disse o porta-voz da Polícia da Escócia.

Leia também:
Com novo recorde de casos no Reino Unido, Inglaterra inicia 3º lockdown
Los Angeles instrui ambulâncias a escolher pacientes por chance de sobrevivência
Com retroescavadeira, ex-funcionário invade fábrica da Mercedes e atinge carros na Espanha

Parlamentar britânica Margaret Ferrier foi presa por desrespeitar o isolamento
Parlamentar britânica Margaret Ferrier foi presa por desrespeitar o isolamento social
Foto: Reprodução/Twitter/Margaret Ferrier

“Isso foi feito após uma investigação liderada pela Polícia da Escócia que apurou quebra de protocolos e medidas de contenção do coronavírus entre os dias 26 e 29 de setembro de 2020”, finalizou.

Em setembro, Ferrier teve o resultado positivo para a doença, logo após ter participado de uma sessão parlamentar em Westminster. Então, ela pegou o trem em uma viagem de mais de 640 km para voltar à Escócia. Seu partido, o Scottish National Party (SNP, “Partido Nacional Escocês”) suspendeu a parlamentar logo após o ocorrido.

Mais Recentes da CNN