Com Olimpíadas, Japão busca recuperar destaque mundial, diz ex-embaixador

Para Fausto Godoy, país perdeu protagonismo para a China e vê no evento chance de se sobressair novamente

Produzido por Renata Souza, da CNN, em São Paulo (sob supervisão de Elis Franco)

Ouvir notícia

O Japão busca com as Olimpíadas recuperar um papel de destaque no cenário mundial, analisa o  ex-embaixador do Brasil em Tóquio, Fausto Godoy, em entrevista à CNN.

“Ser sede de uma Olimpíada é uma manifestação de prestígio muito importante e referenda o papel do país no cenário internacional. Todos os países que querem ter uma certa visibilidade procuram sediar um evento político-econômico do tamanho de uma Olimpíada. E o Japão está precisando de uma marca registrada”, explica.

Ele afirma que o país perdeu protagonismo. “Quando eu estava em Washington, em 1992, a gente sentia nos Estados Unidos o medo que eles tinham do Japão. É o que eles (americanos) pensam hoje com relação à China. O Japão que foi tão criticado e é tão hostilizado até hoje está tentando resgatar um papel que ele já teve, mas a China chegou para valer”, avalia Godoy.

Fausto Godoy, ex-embaixador do Brasil em Tóquio (25.Jul.2021)
Fausto Godoy, ex-embaixador do Brasil em Tóquio (25.Jul.2021)
Foto: Reprodução/CNN

Mais Recentes da CNN