Comissão Europeia diz que AstraZeneca entregará doses adicionais de vacina

Ursula von der Leyen afirma que 9 milhões de doses do imunizante de Oxford contra a Covid-19 serão enviadas pela farmacêutica para os países da Europa

Recipientes de vacina de Oxford/AstraZeneca em produção
Recipientes de vacina de Oxford/AstraZeneca em produção Foto: Francis Mascarenhas/Reuters (30.nov.2020)

James Frater, da CNN, em Bruxelas

Ouvir notícia

A farmacêutica AstraZeneca entregará doses adicionais de sua vacina contra o coronavírus para a União Europeia e aumentará sua capacidade de fabricação no continente, disse a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Em uma postagem no Twitter, Von der Leyen descreveu o movimento como um “avanço nas vacinas”, dizendo: “A AstraZeneca entregará 9 milhões de doses adicionais no primeiro trimestre (40 milhões no total) em comparação com a oferta da semana passada e iniciará as entregas uma semana antes do previsto”.

Em seu tweet, ela também disse: “A empresa também expandirá sua capacidade de produção na Europa”.

O regulador de medicamentos da União Europeia recomendou na sexta-feira (29) a autorização da vacina Oxford-AstraZeneca Covid-19 para uso entre seus 27 estados-membros, encerrando uma semana turbulenta que viu o bloco atacar a farmacêutica por atrasos no fornecimento.

A tão esperada decisão da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) veio depois que vários países da UE alertaram que as doses da vacina estavam acabando e que as mortes por coronavírus se acumulavam em todo o continente.

Em uma tentativa de resolver as preocupações com o abastecimento, a Comissão Europeia também adotou novas medidas na sexta-feira que podem restringir a exportação de vacinas Covid-19 para fora do bloco em algumas situações.

Mais Recentes da CNN