Como um grupo de pescadores irlandeses forçou a Marinha da Rússia a “recuar”

Governo russo cedeu aos apelos de pescadores, que disseram que exercícios navais na costa irlandesa colocariam em risco seus meios de subsistência

Alan Carleton, capitão do Syracuse
Alan Carleton, capitão do Syracuse Jo Shelley/CNN

Donie O'SullivanJo Shelleyda CNN

Ouvir notícia

Uma comunidade de pescadores no extremo sul da Irlanda deu um suspiro de alívio neste fim de semana depois que o governo russo cedeu aos apelos de pescadores locais, que disseram que exercícios navais ordenados por Moscou na costa irlandesa poderiam colocar em risco seus meios de subsistência.

“Estou chocado, de verdade”, disse Patrick Murphy, chefe da organização de produtores “Irish South and West Fish”, com sede na cidade irlandesa de Castletownbere, à CNN na noite de sábado, logo após a notícia da mudança de plano da Rússia. “Eu não achava nós teríamos um impacto na diplomacia internacional.”

Em meio à crise em curso na fronteira com a Ucrânia, as tensões entre a Rússia e o Ocidente continuam a ferver. As forças armadas de Moscou planejavam realizar exercícios a cerca de 240 quilômetros da costa irlandesa, na Zona Econômica Exclusiva da Irlanda – uma parte do Atlântico que os pescadores irlandeses dizem ser fundamental para seus meios de subsistência.

Os exercícios teriam envolvido “o uso de artilharia naval e lançamento de foguetes”, de acordo com um aviso emitido pelo Departamento de Transportes da Irlanda na semana passada, que informou que haveria “sérios riscos de segurança na área operacional”.

Antes dos exercícios planejados – originalmente previstos para o início de fevereiro – os moradores de Castletownbere disseram à CNN que estavam “preocupados” e “ansiosos” com os perigos.

Murphy se encontrou com o embaixador russo na Irlanda, Yury Filatov, na semana passada para pressionar o caso dos pescadores. Eles inicialmente disseram aos russos que planejavam pescar independentemente das atividades navais.

A escolha por barco de pesca, em vez de canhoneiras navais, ganhou as manchetes em todo o mundo – mas a maioria das suspeitas para desafiar os russos seriam inúteis.

Patrick Murphy, chefe da Organização dos Produtores de Peixes do Sul e Oeste da Irlanda / Jo Shelley/CNN

Filatov inicialmente pediu aos pescadores que “se abstenham de quaisquer ações provocativas que possam colocar em risco todos os envolvidos”, de acordo com um porta-voz da embaixada russa.

Mas na noite de sábado, Moscou anunciou que os exercícios seriam movidos como “um gesto de boa vontade” após apelos do governo irlandês e dos pescadores, “com o objetivo de não prejudicar as atividades de pesca”.

Simon Coveney, Ministro das Relações Exteriores e Defesa da Irlanda, saudou a notícia em um tweet na noite de sábado (29).
Um funcionário do governo irlandês disse à CNN no sábado que houve “mais ou menos 48 horas febris” de negociações entre Dublin e Moscou antes do anúncio.

Mas foi em Castletownbere, longe de Moscou e de Dublin, que as verdadeiras comemorações aconteceram no sábado à noite.
Murphy disse acreditar que foi o trabalho dele e de outros pescadores que aumentaram a conscientização internacional sobre o assunto e ajudaram Moscou a mudar de ideia.

“Você não esperaria que a nação russa ouvisse alguns pescadores”, disse ele.

Castletownbere no Condado de Cork, na Irlanda / Lewis Whyld, da CNN

“Isso não mostra que uma simples pequena conversa pode mudar as coisas? É enorme. O poder das palavras é muito melhor do que o poder da arma. Estou extasiado.”

Antes do anúncio, o pescador Alan Carleton disse à CNN: “Estamos preocupados com os danos que esse pode de fogo pode causar aos estoques de peixes e à vida marinha … Não queremos ninguém disparando em nossas águas. É o nosso quintal. . É onde ganhamos nosso sustento”.

Agora ele descreve a saga russa como “um sonho engraçado”.

Carleton pesca nestas águas há 32 anos, indo para o mar com uma pequena tripulação para caçar camarão, tamboril, linguado e outros peixes. Ele viu sua indústria declinar desde que entrou nos negócios da família quando adolescente.

“Somos todos seres humanos e tudo o que qualquer um quer fazer é ganhar a vida”, disse ele. “Todo mundo tem hipotecas… Elas têm que ser pagas. Siga os peixes e ganhe a vida. Isso é tudo o que queremos fazer.”

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN