Covid-19: China diz ter vacinado mais de 90% dos estudantes entre 12 e 17 anos

País começou a vacinar estudantes de 12 a 17 anos em julho; surto na província de Fujian já infectou 152 pessoas, incluindo alunos não vacinados

China vacina estudantes contra a Covid-19
China vacina estudantes contra a Covid-19 Costfoto/Barcroft Media via Getty Images

Roxanne LiuRyan Wooda Reuters

Ouvir notícia

A China vacinou totalmente 91% dos alunos de 12 a 17 anos contra o coronavírus, informou a televisão estatal nesta quarta-feira (14). Mesmo com o alto índice, as autoridades alertam para que as escolas permaneçam vigilantes.

Um surto na província de Fujian, no sudeste do país, que já infectou 152 pessoas, inclui casos entre alunos não vacinados em pelo menos quatro escolas primárias e dois jardins de infância, segundo dados das autoridades locais.

As duas principais vacinas da China foram aprovadas para uso em crianças a partir dos três anos, mas as autoridades responsáveis pela implementação da vacinação ainda não qualificaram as crianças menores de 12 anos.

O Ministério da Educação chinês disse em um comunicado que as escolas não devem ser complacentes e devem implementar medidas anti-Covid-19 de forma mais eficiente e direcionada.

As cidades de Putian e Xiamen, onde a maioria dos casos do último surto foi detectado, suspenderam as aulas presenciais em jardins de infância e escolas primárias e a maioria das aulas presenciais em escolas.

A China começou a vacinar estudantes de 12 a 17 anos em julho.

A taxa de vacinação de 91% é muito maior do que a taxa nacional, que era pouco menos de 70% em 6 de setembro.

Mais Recentes da CNN