Covid-19: México aprova uso emergencial da vacina russa Sputnik V

País é o primeiro da América do Norte e o 17º do mundo a registrar a substância

Jéssica Otoboni, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O México aprovou nesta quarta-feira (3) o uso emergencial da vacina contra Covid-19 Sputnik V. Com isso, o país se torna o primeiro da América do Norte e o 17º do mundo a registrá-la. O anúncio foi feito pelo Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF).

A substância foi aprovada sem ensaios clínicos adicionais pela Comissão Federal para a Proteção contra o Risco Sanitário do México (Cofepris).

O CEO do RDIF, Kirill Dmitriev, saudou a decisão das autoridades mexicanas. “A parceria entre a Rússia e o México salvará muitas vidas e protegerá a população ao usar uma das melhores vacinas do mundo”, disse ele. 

“A alta eficácia do Sputnik V foi confirmada ontem por dados publicados em uma das revistas médicas mais respeitadas, The Lancet”, afirmou Dmitriev.

Até o momento, a Sputnik V foi aprovada nos seguintes países:

  • Rússia
  • Belarus
  • Argentina
  • Bolívia
  • Sérvia
  • Argélia
  • Palestina
  • Venezuela
  • Paraguai
  • Turcomenistão
  • Hungria
  • Emirados Árabes Unidos
  • Irã
  • Guiné
  • Tunísia
  • Armênia
  • México

(Com informações de Giovanna Bronze, da CNN, em São Paulo)

Mais Recentes da CNN