Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Deixei planos ao fugir da Ucrânia e quero voltar para reconstrução, diz brasileiro

    À CNN Rádio, Gabriel Costa disse que, para ele, só existe a possibilidade de a Ucrânia sair vencedora da guerra

    Militares escoltam pessoas com crianças para trem de saída de Kiev.
    Militares escoltam pessoas com crianças para trem de saída de Kiev. 07/03/2022REUTERS/Gleb Garanich

    Amanda GarciaBel Camposda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    O brasileiro Gabriel Costa conseguiu fugir de Kiev, na Ucrânia, depois de um longo percurso até a Romênia, que durou 6 dias. Hoje, o diretor de marketing está em Berlim, na Alemanha.

    Em entrevista à CNN Rádio, ele disse que a decisão de deixar o país foi difícil, com diversas mudanças de ideia ao longo do tempo, mas que ele teve o apoio de uma amiga para conseguir ter certeza do que faria.

    “É tanta coisa que passa pela cabeça nessa hora, minhas coisas, estúdio, mala, amigo, vizinho, uma hora decide ir e depois muda de ideia, isso era muito complicado. Só consegui sair graças à Cristiane, a gente se firmou numa decisão de sair da Ucrânia.”

    Mesmo assim, o sentimento é conflituoso: “Deixei sonhos, planos, não só coisas físicas, não dá para comprar, estava montando empresa.”

    “Eu 100% quero voltar para a Ucrânia, é o país que eu escolhi, a questão é quando, e, quando esse momento chegar, se eu vou ter aquele fogo ainda. Cada tempo que passa, dói mais ver as bombar que caem”, completou.

    O plano do brasileiro é, por enquanto, de permanecer na Europa: “Eu quero estar lá, no dia que a Ucrânia ganhar [a guerra], que para mim é só essa possibilidade que existe, para reconstruir.”

    No entanto, ele admite que, enquanto isso, “a vida continua”: “Não posso parar por causa da guerra.”

    Mais Recentes da CNN