Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mike Pence diz que ‘não pode em sã consciência’ endossar Trump

    Ex-vice-presidente concorreu às primárias republicanas para a indicação do partido à Casa Branca, mas abandonou a disputa em outubro do ano passado

    Mike Pence foi considerado um vice leal a Trump durante o mandato
    Mike Pence foi considerado um vice leal a Trump durante o mandato Carlos Barria/Reuters (04.nov.2020)

    Veronica Stracqualursida CNN

    O ex-vice-presidente Mike Pence disse na sexta-feira (15) que “não pode em sã consciência” endossar o provável candidato do partido Republicano, Donald Trump, argumentando que Trump está perseguindo uma agenda que está “em desacordo com a agenda conservadora.”

    “Donald Trump está perseguindo e articulando uma agenda que está em desacordo com a agenda conservadora que governamos durante nossos quatro anos. É por isso que não posso endossá-lo em sã consciência nesta campanha”, disse Pence à Fox News, em um repúdio impressionante ao seu ex-colega de chapa.

    O ex-vice-presidente reteve seu apoio durante as primárias republicanas de 2024, depois que ele abandonou sua própria candidatura presidencial.

    Enquanto ele disse que está “incrivelmente orgulhoso” do histórico do governo Trump-Pence, Pence argumentou que o ex-presidente se afastou das questões conservadoras, apontando a posição de Trump sobre o aborto, sobre a dívida nacional dos EUA e o fato de o ex-presidente não apoiar o projeto de lei que pode banir o TikTok nos Estados Unidos.

    “Durante minha campanha presidencial, deixei claro que havia profundas diferenças entre mim e o presidente Trump em uma série de questões. E não apenas a nossa diferença em meus deveres constitucionais que exerci em 6 de janeiro”, disse Pence.

    “Enquanto via a candidatura dele se desenrolar, eu o vi se afastar do nosso compromisso de enfrentar a dívida nacional. Eu o vi a começar a fugir de um compromisso com a santidade da vida humana. E nesta última semana, sua mudança em ser rígido com a China e apoiar os esforços de nossa administração para forçar uma venda do TikTok da ByteDance”, acrescentou.

    Pence não revelou em quem ele vai votar nas eleições gerais de 2024, dizendo que vai manter o voto para ele mesmo. Ele, no entanto, disse que “nunca votará” no presidente Joe Biden. Pence também sugeriu que ele não apoiaria um candidato de outros partidos.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original