Em novo protesto antirracista, manifestantes tomam ruas de Londres

Um dia após grande manifestação contra o racismo, londrinos se concentraram em frente à Embaixada dos EUA

Da CNN, em São Pauloo

Ouvir notícia

Uma multidão retornou às ruas de Londres neste domingo (7) em protesto antirracista que apoia o movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), iniciado após a morte do americano negro George Floyd por um policial branco no último dia 25.

Centenas de pessoas se concentraram em frente à Embaixada dos Estados Unidos, na região sul da cidade, há uma distância curta do local em que se encontraram no sábado (6), na Praça do Parlamento. O protesto de ontem foi apenas um dos dezenas registrados em todo o mundo.

A reportagem da CNN chegou ao local pouco antes das 14h (horário local). O ato começou pontualmente com os manifestantes se ajoelhando no chão, gritando palavras de ordem, o nome de Floyd e levantando bandeiras com mensagens contra o racismo.

Leia mais:
‘Os protestos são energia convertida em ação’, diz sociólogo sobre os EUA
Banksy pinta bandeira dos Estados Unidos em chamas em tributo a George Floyd

Na região do protesto, as estações mais próximas do metrô estão bloqueadas pela quantidade de pessoas nas ruas. Assim como sábado, a manifestação também é marcada pela pacifidade da maioria dos presentes e da polícia, que acompanha à distância o ato.

No sábado, ao final do ato, a polícia londrina registrou um tumulto iniciado por pequenos grupos remanescentes do protesto. 14 policiais ficaram feridos sem gravidade.

Mais Recentes da CNN