Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em visita à Turquia, novo chanceler chinês discute guerra na Ucrânia

    Wang Yi se reuniu com seu homólogo turco e também com o presidente Recep Tayyip Erdogan; acordos econômicos também integraram a pauta da visita

    Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, durante visita a Ancara
    Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, durante visita a Ancara 26/07/2023 Stringer/Pool via REUTERS

    Da Reuters

    Ancara

    O novo ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, discutiu sobre a guerra da Ucrânia com seu homólogo turco em Ancara e se encontrou com o presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, nesta quarta-feira (26) durante sua primeira viagem ao exterior desde que foi nomeado ao cargo, disse uma fonte do Ministério das Relações Exteriores turco.

    A China nomeou Wang, um diplomata veterano, como seu novo ministro das Relações Exteriores na terça-feira, removendo Qin Gang, que esteve ausente por um mês de suas funções, após apenas meio ano no cargo.

    As discussões entre Wang e o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Hakan Fidan, incluíram a situação mais recente na Ucrânia, bem como no sistema financeiro global, disse a fonte do ministério turco.

    A Rússia ampliou seus ataques aéreos contra locais de exportação de grãos ucranianos nos últimos dias, após se retirar de um acordo de 2022 negociado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Turquia que permitia a exportação segura de grãos ucranianos pelo Mar Negro no ano passado.

    Os Estados Unidos e vários países europeus pediram a China que use sua influência sobre a Rússia para buscar o fim da guerra na Ucrânia. No início deste ano, a China publicou um plano de paz de 12 pontos, pedindo que a proteção dos civis e a soberania de todos os países sejam respeitadas.

    Durante suas conversas com Wang, Erdogan expressou esperança de que a Turquia e a China intensifiquem sua cooperação, já que ambos os países desempenham papéis importantes em questões globais e regionais, disse o gabinete de Erdogan em um comunicado divulgado após a reunião.

    Fidan e Wang também abordaram o desenvolvimento das relações econômicas e comerciais entre a Turquia e a China, disse a fonte do Ministério das Relações Exteriores da Turquia.

    (Publicado por Fábio Mendes)