Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Empresários brasileiros defendem crescimento sustentável na COP26

    Segundo dia da cúpula da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26) acontece nesta terça-feira (2)

    Da CNN

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    Além de chefes de Estado e representantes de mais de 190 países, o empresariado brasileiro também cumpre uma extensa agenda em Glasgow, na Escócia, para discutir os compromissos firmados para reduzir a emissão de gases do efeito estufa e frear o aquecimento global.

    O segundo dia da cúpula da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26) acontece nesta terça-feira (2).

    Em entrevista à CNN, Marina Grossi, presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (Cebds) afirmou que o setor empresarial brasileiro defende o fim do desmatamento ilegal como passo fundamental para o combate às mudanças climáticas.

    “O Cebds tem feito posicionamentos colocando o setor empresarial contra o desmatamento ilegal, pois o grande problema no Brasil está ligado ao uso da terra, sobretudo o desmatamento. O nosso problema não é na matriz energética e no setor industrial”, disse Grossi.

    “Por isso, o setor empresarial responsável por 50% do PIB (Produto Interno Bruto) sabe que esse ruído atrapalha todas as ações que o setor já faz, e o Brasil é o grande candidato a conseguir os créditos de carbono que podem ser provenientes de áreas florestais revalorizadas.”

    A presidente do Cebds lembrou que o país tem uma área degradada maior que o território alemão, o que, junto com a produtividade, pode aumentar muito mais o nosso gado.

    “E as empresas têm posicionamentos de empresários que estão na Amazônia, lugar que possui a maior ilegalidade do Brasil. Mostramos [em Glasgow] que é possível, e as empresas já fazem isso na Amazônia, produzir e conservar.”

    Mais Recentes da CNN