Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Equador decreta prisão preventiva contra 11 acusados ​​de invadir canal de TV

    Dois adolescentes, de 15 e 17 anos, foram presos e colocados sob as ordens da Brigada Criminal Juvenil

    Forças Armadas do Equador
    Forças Armadas do Equador Reprodução/Twitter Forças Armadas Equador

    Da CNN

    Um juiz emitiu prisão preventiva a 11 pessoas processadas pelo crime de terrorismo e acusadas de invadir o canal TC Televisión na terça-feira(9), segundo a Procuradoria-Geral do Equador. Além disso, dois adolescentes, de 15 e 17 anos, foram presos e colocados sob as ordens da Brigada Criminal Juvenil, segundo as autoridades.

    Os envolvidos “fariam parte de um grupo de crime organizado”, afirmou nesta quarta-feira (10) o Ministério Público em comunicado.

    Segundo o Ministério Público, à denúncia apresentada pelos diretores do canal, “foram acrescentados os indícios e provas recolhidas pela Polícia Judiciária no local dos fatos: armas de fogo (dois revólveres, duas pistolas e uma submetralhadora), munições, explosivos, diversos telefones celulares e rádios de comunicação, que estão incluídos em suas respectivas cadeias de custódia.”

    Segundo o comunicado, o acusado teria entrado nas instalações do canal TC Televisión portando armas de fogo, uma granada de tipo militar e bananas de dinamite. Além disso, acrescenta, “teriam deixado explosivos em diversas entradas antes de chegar ao aparelho de televisão”.

    A Promotoria informou que os adolescentes foram transferidos para as instalações da Unidade Judiciária Florida Norte e colocados sob as ordens da Brigada de Delitos Juvenis do Ministério Público, onde o Juiz da Unidade de Adolescentes Delinquentes emitiu prisão preventiva pelo crime de terrorismo.

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original