Estados Unidos registram mais de 100 ataques a tiros em 2021

Neste domingo (18), ao menos três pessoas morreram em um tiroteio na cidade de Austin, no Texas

Heloísa Villela

Da CNN, em Washignton

Ouvir notícia

Somente em 2021, mais de cem ataques envolvendo tiros foram registrados pela polícia norte-americana. Neste domingo (18), mas dois casos foram registrados: ao menos três pessoas morreram em um tiroteio na cidade de Austin, no Texas, e outras três em um ataque a tiros a um bar no Wisconsin.

Segundo a polícia, o tiroteio parece ser “uma situação doméstica isolada”. O suspeito de efetuar os disparos está foragido.

Na noite de quinta-feira (15), em Indianápolis, 8 pessoas foram mortas no centro de operações da FedEx por um ex-funcionário de 19 anos

Em março de 2020, a mãe do atirador chamou a polícia, pois estava preocupada com a saúde mental do filho. Nesta conversa, o FBI descobriu que ele tinha uma arma, e ela foi tomada do rapaz. Ainda assim, ele foi capaz de comprar, legalmente, dois rifles.

O estado de Indiana é um dos lugares nos Estados Unidos onde se aplica a Lei da Bandeira Vermelha, em que um cidadão comum pode alertas as autoridades para um perigo iminete que um parente ou amigo pode representar a si próprio e para os outros.

Após retirar a arma, a polícia e a promotoria pública devem ir à Justiça pedir que um juiz determine que esta pessoa fique impedida de adquirir um novo revolver em um período de, pelo menos, um ano. As investigações em Indianápolis concluem que nada disso foi feito no caso dele.

Outros casos

Na última segunda-feira (12), uma pessoa morreu e um policial ficou ferido em tiroteio em uma escola de Knoxsville, no estado americano do Tennessee.

A polícia confirmou que o autor dos disparos era um estudante do colégio, que foi morto ao reagir à abordagem policial.  

No dia 2 de abril, um policial morreu e outro ficou ferido após serem atropelados em um acesso do perímetro de segurança do Capitólio, em Washington.

Após atropelar os policiais, o suspeito saiu do carro com uma faca na mão e não respondeu às advertências feitas pelos agentes, sendo baleado no local. Segundo as autoridades, ele morreu minutos depois.

Um dia antes, quatro pessoas, incluindo uma criança, foram mortas após um homem abrir fogo contra um prédio comercial na cidade de Orange, ao sul de Los Angeles.

Mais Recentes da CNN