EUA: Peixes gigantes encontrados no Rio Detroit podem ter mais de 100 anos

Peixe é chamado de "monstro do rio"

O peixe gigante, considerado fêmea, foi pescado no rio Detroit.
O peixe gigante, considerado fêmea, foi pescado no rio Detroit. Foto: Reprodução Twitter - Jason Fischer/ Serviço norte-americano de pesca e vida selvagem

Amy Woodyatt, da CNN

Ouvir notícia

Os cientistas ficaram em choque quando encontraram um “monstro de rio da vida real” – um peixe gigante que se acredita ter mais de 100 anos.

A equipe do Escritório de Conservação de Peixes e Vida Selvagem de Alpena, no Michigan, pegou o peixe – uma esturjão fêmea medindo cerca de 1,80 metros e pesando impressionantes 108 quilos – no Rio Detroit em abril.

Os especialistas acreditam que o peixe é um dos maiores esturjões de lago já registrados nos Estados Unidos e, com base na circunferência e no tamanho da criatura, eles afirmam que é uma fêmea e tem mais de 100 anos de idade.

“Então, ela provavelmente nasceu no Rio Detroit por volta de 1920, quando Detroit se tornou a quarta maior cidade da América”, disse o Escritório de Conservação de Peixes e Vida Selvagem de Alpena no Facebook.

O esturjão do lago é um peixe de água doce que vive na América do Norte, desde a Baía de Hudson até as drenagens do rio Mississippi. As criaturas de movimento lento, que preferem os habitats de areia ou cascalho no fundo de lagos ou leitos de rios, sobem as conrrentezas durante a época de desova.

O esturjão macho tem uma vida útil de 50 a 60 anos, mas uma fêmea pode viver até 150 anos, de acordo com o Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA.

As criaturas de água doce são listadas como ameaçadas em 19 dos 20 estados onde são encontradas, com a superexploração e a perda de habitat sendo as razões para seu declínio.
O peixe foi devolvido ao rio após o processamento, disse o serviço.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler a versão em inglês)

Mais Recentes da CNN