Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    EUA permitem viagem de cidadãos israelenses sem exigência de visto

    Concessão já havia sido acordada e estava programado para valer dia 30 de novembro originalmente

    Prédio do Congresso dos EUA, em Washington
    Prédio do Congresso dos EUA, em Washington Reuters/Kevin Wurm

    Jalen Beckfordda CNN

    Agora, cidadãos israelenses elegíveis poderão viajar para os Estados Unidos por até 90 dias sem a exigência de visto, anunciou na quinta-feira (19) o Departamento de Segurança Interna dos EUA (DHS, na sigla em inglês), antecipando uma oportunidade que estava previamente programada para começar em 30 de novembro.

    No mês passado, o governo Biden anunciou que Israel entraria no Programa de Isenção de Visto (VWP, na sigla em inglês), que permite que viajantes elegíveis solicitem a entrada nos EUA sem visto.

    Anteriormente, esperava-se que o programa aceitasse inscrições a partir de 30 de novembro, mas o anúncio mostrou que os EUA começarão a aceitar inscrições neste momento.

    Os viajantes elegíveis devem solicitar a autorização online por meio do Sistema Eletrônico para Autorização de Viagem (ESTA, na sigla em inglês) da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA. Para ser elegível, os viajantes devem ter um passaporte com biometria habilitado e permanecer por no máximo 90 dias.

    Viajantes com “documentos de viagem sem biometria, temporários ou de emergência, ou documentos de viagem de um país designado que não esteja do Programa de Isenção de Visto,” não são elegíveis e podem solicitar um visto dos EUA, de acordo com o DHS.

    VÍDEO – Israel diz ter atingido mais de 100 alvos do Hamas; mortos em Gaza passam dos 4 mil

    “Viajar com visto ainda pode ser a melhor opção para alguns viajantes, como aqueles que pretendem permanecer nos Estados Unidos por mais de 90 dias ou aqueles que pensam em prolongar a estadia ou alterar o status nos Estados Unidos”, disse o DHS em um comunicado à imprensa.

    O aplicativo estará disponível, apenas em inglês e em outros idiomas, até 1º de novembro, de acordo com o comunicado.

    Veja imagens do conflito entre Israel e Hamas

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original