Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Finlândia suspende operações de um dos últimos trens entre Rússia e União Europeia

    Fronteira entre os dois países continua aberta para passagem de carros particulares

    Trem Allegro que trouxe passageiros de São Petersburgo na Rússia para Helsinque. A Finlândia interrompeu a última ligação ferroviária direta da UE com a Rússia. Os trens Allegro estão parados por causa das sanções da UE. (Foto de Takimoto Marina/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
    Trem Allegro que trouxe passageiros de São Petersburgo na Rússia para Helsinque. A Finlândia interrompeu a última ligação ferroviária direta da UE com a Rússia. Os trens Allegro estão parados por causa das sanções da UE. (Foto de Takimoto Marina/SOPA Images/LightRocket via Getty Images) Takimoto Marina/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

    Da Reuters

    A operadora ferroviária nacional da Finlândia (VR) disse na sexta-feira (25) que suspenderia os serviços entre Helsinque e São Petersburgo, na Rússia, nesta segunda-feira (28), fechando a ligação ferroviária entre a Rússia e a União Europeia (UE).

    A VR disse ter sido informada pelo Estado finlandês de que não era mais apropriado administrar o serviço, conhecido como Allegro, à medida que cresce o número de sanções impostas à Rússia após a invasão da Ucrânia.

    “Estamos suspendendo o tráfego por enquanto”, disse Topi Simola, chefe de tráfego de passageiros da VR, em comunicado.

    A Russian Railways disse, em nota, que estava ciente da decisão finlandesa devido às sanções.

    Os trens da Rússia para a capital da Finlândia, Helsinque, ficaram lotados nas últimas semanas, já que alguns os usaram para deixar o país com urgência e não puderam utilizar aviões, devido ao fechamento mútuo do espaço aéreo de Rússia e UE.

    Porém, a fronteira entre os dois países continua aberta para travessias com carro particular.

    A Rússia cancelou suas rotas de trem de passageiros para países da UE em 2020 devido às restrições do Covid-19, incluindo o Leo Tolstoy, um trem russo que costumava ir de Moscou a Helsinque via São Petersburgo.

    O trem Allegro da Finlândia foi uma das últimas conexões ferroviárias entre a os russos e o bloco europeu.

    Os trens de Moscou ainda passam pela Lituânia e o enclave russo de Kaliningrado, mas, desde 28 de fevereiro, passageiros russos não podem embarcar ou desembarcar na Lituânia.

    Tytti Tuppurinen, ministra da Finlândia encarregada das participações estatais, disse à Reuters que uma das razões para manter o serviço de trem Allegro até agora era permitir que os finlandeses na Rússia voltassem para casa.

    “Agora é evidente que a situação mudou para o Allegro e a continuação do tráfego não é mais apropriada do ponto de vista do proprietário estatal”, escreveu em um comunicado por e-mail.