Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Finlândia será primeira a sofrer se tensões entre Rússia e Otan aumentarem, afirma diplomata russo

    País no norte europeu se juntou à Otan neste ano, depois de décadas com status neutro

    Mikhail Ulyanov, representante da Rússia na Organização do Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares (CTBTO)
    Mikhail Ulyanov, representante da Rússia na Organização do Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares (CTBTO) 06/03/2023REUTERS/Leonhard Foeger

    da Reuters

    A Finlândia será o primeiro país a sofrer no caso de uma escalada das tensões entre a Rússia e a Otan, devido à sua proximidade com a primeira, disse diplomata russo Mikhail Ulyanov, segundo a agência de notícias RIA, nesta quinta-feira (28).

    O país no norte da Europa aderiu à Otan neste ano, depois de manter um status neutro por décadas, uma medida que, segundo a Rússia, transformou Helsinque em um ator hostil em sua visão.

    “Eles viveram calmamente e em paz e, de repente, acabaram entre a Rússia e a Otan como um membro dessa aliança. Mas como são nossos vizinhos, se, Deus nos livre, houver alguma escalada, eles serão os primeiros a sofrer”, disse Mikhail Ulyanov, representante permanente da Rússia em organizações internacionais em Viena, à RIA.

    A Rússia já havia advertido a Finlândia, no começo deste mês, sobre um novo acordo de defesa com os EUA, que concede aos americanos amplo acesso às proximidades da fronteira finlandesa com a Rússia.