Força do furacão Ida fez curso do rio Mississippi mudar

Agência meteorológica americana chama fenômeno de 'extremamente incomum'

Via em cidade do Mississipi alagada após passagem do Ida
Via em cidade do Mississipi alagada após passagem do Ida Justin Mitchell/The Sun Herald via AP

Brandon Millerda CNN

Ouvir notícia

A tempestade e os fortes ventos do furacão Ida interromperam o fluxo do rio Mississippi perto de Nova Orleans no domingo (29), e fizeram com que ele se invertesse – algo que o US Geological Survey diz ser “extremamente incomum”.

O Ida tocou o chão perto de Port Fourchon, Louisiana, no início da tarde de domingo como um furacão de Categoria 4 extremamente perigoso com ventos de 150 mph, disse o National Hurricane Center (NHC). O furacão chegou no 16º aniversário do historicamente devastador Furacão Katrina.

“Eu me lembro por cima que houve alguma inversão de fluxo do rio Mississippi durante o furacão Katrina, mas é extremamente incomum”, disse Scott Perrien, um hidrologista supervisor do USGS Lower Mississippi Gulf Water Science Center em Baton Rouge, Louisiana, à CNN.

Perrien observou que o nível do rio no domingo subiu cerca de 7 pés devido à tempestade que empurrou o rio para cima do medidor do USGS, localizada em Belle Chasse, cerca de 20 milhas ao sul de Nova Orleans, no sudeste da Louisiana.

“Durante esse tempo, o fluxo do rio diminuiu de cerca de 2 pés por segundo para cerca de meio pé por segundo na outra direção”, disse Perrien.

Perrien apontou que o medidor não mede o fluxo de todo o rio, portanto é possível que as porções mais profundas do rio não revertam as direções do fluxo.

“O rio está sentindo os efeitos da tempestade sobre uma grande área”, disse Perrien à CNN. “Em todo o caminho até Baton Rouge, o rio subiu 1,5 pés nas últimas 12 horas, enquanto a tempestade empurra o rio para cima. E o nível da água provavelmente subirá mais nas próximas horas aqui em Baton Rouge”.

O Ida tornou-se uma tempestade de categoria 4 no início da manhã de domingo e empatou, como a tempestade mais poderosa da Louisiana, com o furacão Laura, de 2020, e o Último Furacão da Ilha, de 1856 – todos com ventos de 240 km/h.

Durante o furacão Laura, fortes ventos sopraram a camada superior do rio Mississippi rio acima do Golfo e abrandaram a corrente principal do rio.

O furacão Ida chega no aniversário do furacão Katrina, que atingiu a Louisiana em 2005 como uma tempestade de categoria 3 com ventos sustentados de 200 km/h. A onda de tempestade com o Katrina mediu até 24-28 pés, de acordo com o NHC.

Em comparação, o Furacão Ida está previsto para trazer uma menor tempestade, de 12-16 pés, para algumas áreas do sudeste da Louisiana, diz o NHC.

Perto de Nova Orleans, espera-se que seja ainda mais baixo: 8-12 pés fora de Nova Orleans e 5-8 pés ao longo do Lago Pontchartrain.

Isso porque o campo de vento era maior para o Katrina: 90 milhas do centro no pé do furacão, comparado com 50 milhas para Ida.

Mais Recentes da CNN