Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Fortes chuvas podem inundar estações de metrô de Nova York nesta sexta

    Metrô de NY disse que operará normalmente; previsão é de chuva de até 50 mm por hora

    Nova York e outras áreas do Nordeste dos Estados Unidos devem ser alvo de fortes chuvas
    Nova York e outras áreas do Nordeste dos Estados Unidos devem ser alvo de fortes chuvas CNN Weather

    Aya Elamroussida CNN

    Uma tempestade está provocando fortes chuvas na manhã desta sexta-feira (29) na cidade de Nova York, que pode ter suas estações de metrô inundadas pela água.

    A partir das 2h (horário local), inundações repentinas estavam em andamento ou eram esperadas nos condados de Nassau, Queens e Kings, em Nova York, que inclui o Brooklyn, disse o escritório do Serviço Meteorológico Nacional do estado. Um alerta de inundação repentina está em vigor nas áreas onde um radar indicou chuvas fortes.

    A ameaça de inundação está afetando cerca de 25 milhões de pessoas em todo o Nordeste dos Estados Unidos nesta sexta-feira. A área dos três estados de Nova York enfrenta um risco “moderado” de nível 3 de 4 de inundações repentinas, alertou o Serviço Meteorológico Nacional.

    Taxas de chuva intensas de até 50 milímetros por hora são previstas, o que pode causar graves inundações repentinas nas estradas e até mesmo nas estações de metrô.

    A ameaça de inundação urbana levou as autoridades da cidade de Nova York a emitir um aviso de viagem das 4h de sexta-feira às 6h de sábado (horário local), alertando sobre possíveis “impactos generalizados nas viagens” durante o trajeto matinal.

    “Pedimos aos nova-iorquinos que se preparem para fortes chuvas e possíveis inundações durante a manhã de sexta e sábado”, disse o comissário de gerenciamento de emergências de Nova York, Zach Iscol. “Todos os nova-iorquinos precisam ter cautela. Se você precisar viajar, considere usar o transporte público e reserve um tempo extra de viagem e, se precisar dirigir, não entre em estradas inundadas.”

    Cerca de 30 milímetros de chuva caíram no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, no Queens, em mais de uma hora nesta sexta-feira, por volta das 3h. A precipitação estava se aproximando de 50 milímetros em duas horas, segundo o serviço meteorológico.

    Enquanto isso, a Autoridade Metropolitana de Transportes de Nova York instou os passageiros a terem cautela durante a viagem, acrescentando que os status dos serviços são atualizados em seu site.

    “Esperamos chuvas fortes e possíveis inundações esta noite e amanhã, com chuvas especialmente fortes durante a manhã”, disse o MTA numa publicação nas redes sociais. “Dê a si mesmo tempo extra para viajar.”

    Mesmo 10 milímetros de chuva podem causar inundações em algumas partes da região que continuam saturadas pela tempestade do fim de semana passado.

    Espera-se que a área que vai do centro de Nova Jersey em direção ao norte até Manhattan, Long Island em Nova York, o sul de Connecticut e o Vale do Hudson vejam as maiores quantidades de chuva.

    Metrôs de Nova York permanecerão operando

    Antes das fortes chuvas esperadas, o MTA — empresa que cuida da operação do metrô em Nova York — planeja manter todos os serviços em suas mais de 470 estações funcionando na sexta-feira.

    “Pode haver impactos no serviço, mas nosso plano é operar o serviço em todos os lugares onde o MTA opera”, disse o presidente e CEO do MTA, Janno Lieber, durante uma entrevista coletiva na quinta-feira (28), reconhecendo que a água inevitavelmente entrará em algumas instalações.

    O MTA instalou tampas de drenagem, disse Lieber, e irá implantar trens-bomba e enviar equipes para locais estratégicos em todo o sistema de trânsito.

    A rede de transporte público também preparou ônibus adicionais de prontidão para fornecer serviço suplementar caso o sistema ferroviário seja prejudicado pela tempestade, acrescentou Lieber.

    As chuvas mais fortes na área metropolitana de Nova York devem terminar na manhã de sábado (30).

    Os impactos das inundações também podem ser agravados pela última superlua deste ano, que ocorrerá na manhã de sexta-feira. O evento normalmente cria ciclos de marés mais extremos que podem aumentar o risco de inundações ao longo da Costa Leste.

    Antecipando-se a isso, os alertas sobre inundações costeiras se estendem por cerca de 400 km de Bridgeport, em Connecticut, até Virginia Beach.

    Espera-se até 30 centímetros de inundação acima do nível do solo em áreas baixas perto da costa e cursos de água das marés, segundo o Serviço Meteorológico Nacional.

    Veja também: Chuva de granizo atinge Rio Grande do Sul no início da primavera

    FOTOS — Milhares de pessoas permanecem presas no local depois que fortes chuvas inundaram a área do Burning Man

    Com informações de Eric Zerkel, Robert Shackelford e Nicki Brown

    Este conteúdo foi criado originalmente em Internacional.

    versão original