Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Furacão Norma passa para categoria 3 e avança para o noroeste do México

    Há potencial para alagamentos e deslizamentos de terra; Forças Armadas estão de prontidão para auxiliar possíveis vítimas

    Norma continua seu curso em direção ao noroeste do México nesta sexta-feira (20)
    Norma continua seu curso em direção ao noroeste do México nesta sexta-feira (20) CNN

    Bertha Ramosda CNN

    O furacão Norma continua seu curso em direção ao noroeste do México nesta sexta-feira (20), de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional do México (SMN). O furacão está localizado a cerca de 355 km a sudoeste de Cabo Corrientes, no estado de Jalisco, e a 475 km ao sul de Cabo San Lucas, em Baixa Califórnia do Sul.

    Segundo o SMN, Norma avança a 11 km/h com ventos máximos sustentados de 185 km/h e rajadas de até 220 km/h.

    A entidade alertou em comunicado anterior que Norma pode atingir algumas regiões neste fim de semana. De acordo com a projeção, o ciclone atingiria a costa neste sábado (21) em San José del Cabo, Baja California Sur, como um furacão de categoria 1.

    No entanto, espera-se que Norma toque o solo novamente durante a noite de domingo (22) e na manhã de segunda-feira (23) nos municípios de Culiacán e Elota como uma tempestade tropical.

    O tenente Jorge García Quiroz, do Serviço Meteorológico Naval, indicou que dentro de 24 horas a previsão estima uma onda de 4,8 a 6,3 metros sobre a região do Pacífico Central; de 3,6 a 4,8 metros na entrada do Golfo da Califórnia e nas costas de Nayarit e Jalisco, e de 2,7 a 3,6 m nas regiões de Revillagigedo e ilhas do Pacífico Sul, nas costas de Colima e Michoacán, bem como no ao sul da península da Baixa Califórnia.

    Por precaução, alguns portos serão fechados.

    De acordo com a atualização, estas são as condições climáticas esperadas:

    • Chuvas ocasionalmente intensas em Colima e Jalisco;
    • Chuvas muito fortes em Guerrero, Michoacán e Nayarit;
    • Aguaceiros em Baixa Califórnia do Sul e Sinaloa.

    Devido às chuvas, os níveis dos rios e córregos podem aumentar nesses estados, com potencial para deslizamentos de terra e inundações.

    Cerca de 150 membros das Forças Armadas mexicanas, agrupados em quatro equipes de resgate, foram destacados para atuar durante a chegada do furacão. Cerca de 3.000 toneladas de alimentos foram reservadas para ajudar possíveis vítimas.

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original