Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Hamas entrega a Israel nova lista de reféns que devem ser libertados nesta quarta (29)

    Familiares de pessoas do sexto grupo de reféns já estão sendo notificadas, disseram fontes à CNN; acordo de trégua prolongado já dura seis dias

    Veículo da Cruz Vermelha em comboio que transportou reféns israelenses em Gaza
    Veículo da Cruz Vermelha em comboio que transportou reféns israelenses em Gaza 24/11/2023REUTERS/Ibraheem Abu Mustafa

    Da CNN

    A lista do sexto grupo de reféns que deverão ser libertados nesta quarta-feira (29) foi entregue ao governo israelense e as famílias estão sendo notificadas, disseram à CNN duas fontes familiarizadas com o assunto.

    Este será o segundo acordo de extensão da trégua, que já dura seis dias.

    Outro grupo de 12 reféns, composto por 10 israelenses e dois cidadãos tailandeses, foi libertado pelo Hamas na terça-feira (28), segundo autoridades. Trinta palestinos também foram libertados de prisões israelenses, disseram autoridades.

    Veja também: Crianças reféns israelenses encontram familiares

    Libertação de reféns

    O Hamas libertou o quinto grupo de reféns na terça-feira (28), após a extensão da trégua na guerra. Segundo Israel, 12 pessoas foram soltas, sendo 10 israelenses e dois tailandeses.

    Elas já chegaram ao território israelense, segundo as Forças de Defesa de Israel (FDI). Uma equipe da CNN também viu quatro helicópteros pousando em Kerem Shalom, onde os reféns libertados devem se reunir com os militares israelenses.

    As Brigadas Al Quds, braço armado da Jihad Islâmica Palestina, também afirmou em comunicado que entregou “alguns civis detidos” como parte do acordo.

    A TV Al Jazeera transmitiu imagens do processo de transferência dos reféns, dizendo que membros do braço armado do Hamas e também da Jihad Islâmica estavam presentes no local.

    Em troca, 30 palestinos devem ser libertados das prisões de Israel nesta terça-feira, segundo com informações divulgadas pelo Clube dos Prisioneiros Palestinos e pelas autoridades penitenciárias israelenses.

    Esse grupo inclui 15 mulheres e 15 crianças do sexo masculino, todos com menos de 18 anos.

    (Com informações de Kaitlan Collins e MJ Lee)