Hilton Salwa: o gigantesco e luxuoso hotel no meio do nada

Resort tem parque de diversões particular e grande variedade de restaurantes temáticos

O luxuoso complexo foi construído em 320 hectares de terreno arenoso, a cerca de 100 quilômetros a sudoeste de Doha
O luxuoso complexo foi construído em 320 hectares de terreno arenoso, a cerca de 100 quilômetros a sudoeste de Doha Reprodução/Instagram @salwabeachresort

Dimitris Sideridisda CNN

Ouvir notícia

Não existe muita coisa na fronteira do Catar com a Arábia Saudita. Apenas alguns “postos avançados” banhados de sol e quilômetros de um vasto deserto, em todas as direções.

Porém, no início do ano, algo diferente apareceu no meio do nada: um imenso, reluzente e luxuoso complexo hoteleiro, que conta até com um parque temático.

O Hilton Salwa Beach Resort & Villas claramente não é um hotel qualquer.

Olhando do alto, ele se assemelha a uma cidade costeira. Praias gêmeas imaculadas se destacam do porto central. Sobre as areias, vilas brilhantes e grupos de prédios ao redor de piscinas azuis. Atrás deles, um verde oásis. É um dos maiores resorts do Oriente Médio.

Mas o que acontece quando um hotel gigantesco surge a quilômetros de distância de qualquer lugar justamente quando a pandemia congela as viagens globais?

Ele fica bem movimentado, de acordo com o gerente geral do resort, Etienne-Charles Gailliez. Ao abrir as portas em fevereiro, o hotel se tornou uma “staycation” (destino de viagens feitas dentro do próprio país) entre os habitantes da região, diz o gerente. Mais recentemente, virou um destino popular para visitantes e viajantes à negócio de uma região mais ampla.

Há espaço de sobra. O Hilton Salwa Beach tem 84 vilas, variando entre dois e quatro quartos, com piscinas privativas e acesso direto às praias de areias brancas (os preços começam em US$1.500 a noite – cerca de R$8.573). São 31 apartamentos e vilas no estilo árabe, enquanto o hotel principal tem 246 quartos e suítes.

O enorme terreno tem também mais de 20 praças de alimentação, incluindo sete opções gastronômicas gourmet, um spa sofisticado com suítes VIP, quadras esportivas, piscinas rodeadas por jardins paisagísticos, instalações corporativas e uma marina.

Além disso, o empreendimento tem o maior parque temático do Catar, com dezenas de atrações, incluindo o “King Cobra”, um emocionante passeio de toboágua que leva os passageiros à boca de uma enorme estrutura semelhante a uma cobra.

Saúde e segurança

O luxuoso complexo foi construído em 320 hectares de terreno arenoso, a cerca de 100 quilômetros a sudoeste de Doha, estrategicamente situado para receber visitantes do Catar e da Arábia Saudita.

A construção começou em 2015 e a fase final antes da inauguração foi focada na adaptação para as medidas aprimoradas de saúde e segurança, em linha com as regras de mobilidade e protocolos de higiene do Catar.

“Devido ao impacto da Covid-19, tivemos que acelerar os requisitos para a abertura do resort e identificar novos pontos de venda exclusivos, que se concentraram em staycations”, disse Gailliez à CNN.

Essa foi uma boa notícia para Sama Jamali, uma residente de Doha de 21 anos, e seus amigos.

“Como não era seguro e difícil de viajar, decidimos ficar no resort”, disse ela à CNN. “O quarto era adorável, muito espaçoso e confortável – com tecnologia avançada e muito seguro contra a Covid-19”, complementou.

Gailliez disse que a introdução de diretrizes e restrições de viagens levou à adoção de uma abordagem de abertura em fases, com uma série de pontos de venda e instalações, como um centro de mergulho e uma academia de esportes de última geração, com previsão de funcionamento nos próximos meses.

“Somos um novo resort e somos mais do que quartos. Temos vilas e um parque aquático que torna nossa estrutura única”, disse Gailliez.

Juntamente com os esforços para integrar a nova tecnologia “contactless” (sem contato), Gailliez identificou a logística e a equipe como fatores-chave. “Em dias de pico,  recebemos até 2.500 hóspedes em todo o resort, com uma força de trabalho de cerca de 1.200 membros da equipe”, disse ele.

Ação e adrenalina

Os hóspedes, quando não estão relaxando ou passeando nas areias macias ao longo dos 3,5 quilômetros de costa do resort, podem se manter ocupados escolhendo entre uma longa lista de atividades divertidas.

No centro de tudo está o Desert Falls Water and Adventure Park.

A atração repleta de adrenalina oferece várias piscinas infantis e playgrounds aquáticos, bem como cerca de 30 brinquedos e escorregadores, incluindo um passeio em corredeiras giratórias que, em seu ponto de partida – no pico da montanha de 32 metros do parque – oferece vista panorâmica de todo o resort.

Nele, os visitantes também podem deslizar pelos tubos em um mergulho rápido ou experimentar um simulador de surfe.

O parque também abriga o que é considerado a primeira estrutura de canyoning (esporte de descida de cachoeira em um espécie de rapel) feita pelo homem no Oriente Médio.

Há uma pista de corrida de kart ao ar livre – totalmente equipada e com arquibancada para espectadores – e um campo de laser tag interno.

Inevitavelmente, devido ao seu tamanho, o hotel oferece uma variedade de opções gastronômicas, incluindo cozinha do Oriente Médio, italiana e chinesa.

O Levantine serve pratos árabes exclusivos com um toque especial, incluindo o Qattinah, um delicioso mocktail que consiste em xarope de especiarias botânico artesanal, caleidoscópio cítrico e flocos de ouro 24 quilates. O prato principal e os destaques da sobremesa incluem kebabs escaldantes com Mdakhan (homus defumado, purê de alho assado) seguido de Knafeh nabulsiyeh (creme de pistache).

Bebidas douradas e pebolim

No Miss Wong, o som de um gongo conduz os convidados a um jantar chinês privado que começa com uma elaborada cerimônia do chá. As sugestões no menu incluem sopa de frango e vegetais (cogumelo Enoki, cogumelos shiitake secos, vegetais, frango e wonton de açafrão), várias opções de bolinho de massa e pato laqueado crocante. Um refrescante mocktail Orange Sunset (laranja, melancia e limão frescos, xarope de grenadine, chá oolong, clara de ovo) se destaca no menu de bebidas.

O restaurante Dante Cucina Italiana serve vinhos toscanos e pizzas cozidas em forno a lenha. Outro, o The League, é um bar de esportes e entretenimento onde os hóspedes podem assistir a partidas de futebol e jogar sinuca e pebolim. Coquetéis e baldes de cerveja estão disponíveis aqui, junto com um menu gastropub com uma seleção de hambúrgueres, bifes e costelas defumadas.

É claro que não faltam opções de resort de luxo no Catar, especialmente porque o país se prepara para receber visitantes nas finais da Copa do Mundo de futebol no final de 2022.

A já movimentada linha inclui o W Doha, o Mandarin Doha, o Sharq Village and Spa do Ritz-Carlton, além do Banana Island Resort offshore da Antara, todos os quais são mais convenientes tanto para o centro quanto para o aeroporto.

Então, a viagem para o deserto vale a pena?

“Gostamos muito da seleção de restaurantes, principalmente do buffet continental. Comida de primeira qualidade e com excelente apresentação”, disse Jamali, que já anseia por mais uma estadia.

“Foi uma experiência maravilhosa e não houve nenhum momento de tédio devido à diversão e às diversas atividades disponíveis”, concluiu.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN