Homem perde 72 quilos durante lockdown e agora quer correr meia maratona

Quando a balança atingiu 195 quilos, White decidiu que era hora de mudar o estilo de vida

Foto: Divulgação

Rachel Trent, da CNN

Ouvir notícia

Quando Kyle White e sua esposa começaram a trabalhar de casa no ano passado, em Saskatoon, principal cidade na província de Saskatchewan, no Canadá, assim como muitos canadenses, eles também recorreram à Netflix e ao delivery de comida para superar a incerteza do início da pandemia e a quantidade incomum de tempo livre que eles ganharam com isso.

Mas quando a balança atingiu 195 quilos, White decidiu que era hora de mudar o estilo de vida.
“Tínhamos mais tempo livre do que sabíamos o que fazer com ele e não estávamos usando bem este tempo livre”, disse White, 28, à CNN.

Um ano depois, White está pesando 123 quilos. “De maneira nenhuma eu decidi no ano passado que iria perder 72 quilos em um ano”, disse White. “Foi só quando eu realmente entrei nisso, vi alguns resultados, comecei a trabalhar mais e mais nisso” que ele percebeu que “um pouco pode ajudar muito”.

Algo precisava mudar

Com 1,98m de altura, White diz que sempre foi um cara grande. “Sempre tive a mentalidade de que ainda sou jovem. Ainda tenho muito tempo para trabalhar meu peso e minha saúde”, disse ele.

Pouco antes da pandemia, o médico de White expressou preocupação com o seu peso e pressão arterial, disse. Ele tinha algumas dores nas costas e não conseguia fazer um agachamento completo sem doer os joelhos. Mas foi só depois que a balança pesou 430 que White percebeu: “Precisamos apenas tentar fazer alguma coisa”.

Não sendo de se exercitar muito, White começou a fazer pequenas caminhadas, que se transformaram em caminhadas mais longas, depois em corridas. Ele diz que adora correr e agora consegue fazer 50-60 agachamentos sem dor.

White também conversou com seu médico sobre como fazer uma dieta melhor. Ele disse que seu médico pediu para se certificar de que seu prato se parecesse com o guia alimentar do Canadá: 50% de frutas e vegetais, 25% de grãos e 25% de proteína, sendo essa proteína o mais vegetal possível.

White disse que agora segue uma dieta estritamente com base em vegetais. Sua esposa também. Em risco de desenvolver diabetes antes da pandemia, ela perdeu cerca de 35 quilos no ano passado e não é mais pré-diabética.

Perder muito peso rapidamente pode ser prejudicial à saúde de alguém, mas White diz que costuma consultar o médico para ter certeza de que isso não aconteceu. Seus nutrientes, colesterol e pressão arterial estão todos em níveis normais agora.

“Fiquei surpreso ao ver um progresso tão tangível em um ano e fazê-lo com relativa segurança”, disse White.

Novo objetivo

White acredita que 100 a 105 quilos é uma meta realista para ele, mas diz não está mais focado no peso. Segundo ele, em algum momento durante o ano passado, seus objetivos começaram a mudar de um número em uma balança para quão longe e rápido ele poderia correr.

“Sempre quis perder peso, me sentir bem e me alimentar mais saudável”, disse ele. “Quando comecei a correr, meus objetivos realmente se concentravam mais no lado do desempenho. E eu queria ir o mais longe que pudesse, o mais rápido que pudesse e definir desafios para mim mesmo e realizá-los, e felizmente essas coisas andam de mãos dadas”.

Agora, White está de olho em correr 10 km em junho e uma meia maratona em setembro.
Ele também está ansioso para mostrar para sua família seu progresso. Embora tenha recebido muito apoio online, apenas algumas dezenas de pessoas em sua vida viram os resultados pessoalmente.

Ele não vai à sua província natal, Newfoundland, há cerca de um ano e meio, o maior período de tempo que ele já passou sem fazer uma visita à sua casa. “Um abraço vai ser muito diferente agora”, disse White.

Texto traduzido, clique aqui para ler o original

Mais Recentes da CNN