Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Hugh Grant faz acordo em processo contra tabloide

    Ator britânico alega que jornalistas usaram investigadores particulares para grampear seu telefone e invadir sua casa

    Hugh Grant em Londres
    Hugh Grant em Londres 27/4/2023 REUTERS/Maja Smiejkowska

    Sam TobinMichael Holdenda Reuters

    O ator britânico Hugh Grant anunciou nesta quarta-feira (17) que fechou acordo em uma ação judicial contra a editora do jornal tabloide de Rupert Murdoch The Sun por alegações de que jornalistas usaram investigadores particulares para grampear seu telefone e invadir sua casa.

    Grant, ao lado do filho do rei Charles III, o príncipe Harry, estava processando o News Group Newspapers (NGN) por suposta coleta ilegal e generalizada de informações, incluindo escutas telefônicas.

    Famoso por filmes como “Simplesmente Amor”, “As Aventuras de Paddington 2” e “Um Lugar Chamado Notting Hill”, Grant tornou-se um importante ativista da reforma da imprensa desde o surgimento do escândalo de grampos telefônicos, há mais de uma década, e uniu forças com Harry nos últimos anos.

    Sua ação era um dos vários processos que estavam qualificados para ir a julgamento na Alta Corte de Londres em janeiro, mas o ator disse que aceitou fazer um acordo com o NGN.

    “O News Group está alegando que é totalmente inocente das coisas que acusei o Sun de fazer”, postou ele no X. “Como é comum com pessoas totalmente inocentes, eles estão me oferecendo uma enorme soma de dinheiro para manter esse assunto fora do tribunal”.

    O NGN disse que o acordo foi firmado “sem admissão de responsabilidade”. “É do interesse financeiro de ambas as partes não avançar para um julgamento dispendioso”, declarou um porta-voz do NGN.

    Grant já havia movido um processo contra o NGN em relação ao tabloide News of the World, agora extinto, que foi resolvido em 2012, um ano depois que o NGN emitiu um pedido de desculpas às vítimas e o jornal foi fechado pelo magnata da mídia Murdoch após uma reação pública contra o hacking.

    O NGN sempre rejeitou alegações de qualquer irregularidade cometida pela equipe do The Sun, tendo resolvido mais de 1.300 casos – além de outros cerca de 300 por meio de seu próprio esquema de indenização – sem admitir qualquer responsabilidade em relação a esse jornal.

    No entanto, o acordo do processo de Grant, que se concentrava exclusivamente em supostas irregularidades no The Sun, levanta questões sobre a sustentabilidade dessa posição de longa data.

    “O The Sun não aceita responsabilidade nem admite as alegações”, disse o porta-voz do NGN.

    Grant afirmou que não queria fazer acordo e desejava que suas acusações fossem testadas no tribunal, mas disse que, se recebesse menos indenização após um julgamento do que o NGN lhe ofereceu agora, ele seria responsável por pagar os honorários advocatícios de ambas as partes.

    “Os advogados de Rupert Murdoch são muito caros”, escreveu o ator, que disse que gastaria o dinheiro em grupos de lobby, como o Hacked Off, que faz campanha contra a intrusão da imprensa.