Inglaterra proíbe reuniões com mais de 6 pessoas após alta nos casos de Covid-19

As novas regras não se aplicarão a locais de trabalho ou escolas, e haverá exceções para casamentos, funerais e alguns esportes coletivos organizados

O premiê britânico, Boris Johnson, em entrevista coletiva
O premiê britânico, Boris Johnson, em entrevista coletiva Foto: Stefan Rousseau/Pool via Reuters (9.set.2020)

da CNN*

Ouvir notícia

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou nesta quarta-feira (9) que estão proibidas reuniões com mais de seis pessoas na Inglaterra. Segundo ele, há uma clara necessidade de ação após um aumento no número de infecções por Covid-19.

Falando em uma entrevista coletiva televisionada, acompanhado de seus principais conselheiros médicos, Johnson chamou a nova determinação de “regra de seis”.

“Gostaria que não tivéssemos de dar esse passo, mas como seu primeiro-ministro, devo fazer o que for necessário para impedir a propagação do vírus e salvar vidas”, disse.

“Serei absolutamente claro. Isso não é, essas medidas não são, outra quarentena nacional. O objetivo é evitar uma segunda quarentena nacional”, acrescentou.

O número de casos no Reino Unido voltou a aumentar acentuadamente nos últimos dias.

Leia também:

Covid-19: Polícia flagra festa com mais de 200 pessoas na Inglaterra

Pôquer do Brexit começa: Reino Unido prepara saída sem acordo comercial

Embora a testagem tenha sido ampliada e o número de pessoas hospitalizadas esteja bem abaixo do pico do surto, o governo teme que a disseminação esteja começando a ficar fora de controle, especialmente entre pessoas no final da adolescência e na casa dos 20 anos.

Antes da “regra de seis”, o limite ao número de pessoas que podiam se encontrar era 30.

O Reino Unido reportou 2.659 novos casos confirmados de Covid-19 nesta quarta-feira (9). Na terça (8), foram 2.460 novos casos. Os números ficaram perto de 3.000 no domingo (6) e na segunda-feira (7), um aumento acentuado em relação aos níveis de cerca de mil casos por dia vistos em agosto.

As novas regras não se aplicarão a locais de trabalho ou escolas, e haverá exceções para casamentos, funerais e alguns esportes coletivos organizados.

As regras valem apenas para a Inglaterra, e não para o Reino Unido, já que Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte definem suas próprias políticas de distanciamento.

(Com informações da Reuters)

Mais Recentes da CNN